Diocese do Mindelo alerta para “confusão” com notícias de desaparecimento de peregrinos - TVI

Diocese do Mindelo alerta para “confusão” com notícias de desaparecimento de peregrinos

  • Agência Lusa
  • WL
  • 1 ago 2023, 20:19
Milhares de pessoas no Parque Eduardo VII, em Lisboa, na missa de abertura da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) (LUSA/Miguel A. Lopes)

É confirmado que seis peregrinos não têm estado com o grupo nem participado nas atividades

Relacionados

A Diocese de Mindelo anunciou hoje que seis peregrinos cabo-verdianos não têm estado com o grupo nem participado nas atividades da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), mas alertou para a “confusão” com as notícias sobre desaparecimento.

“A notícia que tem sido veiculada em alguns meios de comunicação social sobre peregrinos da JMJ cabo-verdianos e angolanos, alegadamente desaparecidos, parece-nos uma comunicação exagerada e que semeia confusão e alarme desnecessário”, afirmou a Diocese, em comunicado.

A mesma fonte referiu que as jornadas estão ainda a decorrer e que o facto de alguns peregrinos não terem comparecido em Leiria e Lamego “não é razão suficiente para se falar em desaparecimento”.

“A caravana do Mindelo, composta por peregrinos das paróquias do Sal, Boa Vista, São Vicente, Santo Antão e São Nicolau, seminaristas da Diocese de Mindelo que estudam em Sevilha, Recife e Lisboa, o Movimento Neo-Catecumenal e a Escola Salesiana soma um total de cerca de 150 pessoas”, precisou.

A mesma fonte esclareceu que nem todos esses grupos têm o mesmo programa de alojamento e atividades durante a estadia em Portugal e que 115 dos que dependem diretamente da comissão organizadora da Diocese estão hospedados desde segunda-feira na Póvoa de Santa Iria.

“Temos a informar que, realmente, seis dos nossos não têm estado com o grupo nem têm participado nas atividades até agora”, deu conta, garantindo que a Jornada está a decorrer “maravilhosamente”.

“A Pré-jornada em Leiria e Lamego superou em muito as expetativas dos nossos jovens. Tem sido uma grande Festa da Fé e uma experiência de fraternidade universal extraordinária e emocionante”, segundo a nota da Diocese de Mindelo, com sede na ilha de São Vicente.

Quase 200 peregrinos cabo-verdianos e angolanos, que participam na Jornada da Mundial da Juventude (JMJ), em Lisboa, não compareceram na Diocese Leiria-Fátima, anunciou hoje o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Em conferência de imprensa, a inspetora coordenadora superior do SEF, Cláudia Rocha, disse que são 195 jovens, dos quais 168 cabo-verdianos e 27 angolanos.

Mais de um milhão de pessoas são esperadas em Lisboa entre hoje e domingo para a JMJ, considerado o maior acontecimento da Igreja Católica, e que contará com a presença do Papa Francisco.

As principais iniciativas da jornada decorrem no Parque Eduardo VII, na zona de Belém e no Parque Tejo, um recinto com cerca de 100 hectares a norte do Parque das Nações e em terrenos dos concelhos de Lisboa e Loures.

Continue a ler esta notícia

Relacionados