Confirmada morte do ator Julian Sands desaparecido na Califórnia em janeiro - TVI

Confirmada morte do ator Julian Sands desaparecido na Califórnia em janeiro

  • Agência Lusa
  • 27 jun 2023, 23:49
Julian Sands (Associated Press)

As causas da morte ainda estão a ser investigadas

A morte de Julian Sands, o ator de 65 anos que desapareceu em janeiro enquanto caminhava pelo Mount Baldy, na Califórnia, foi confirmada pela polícia, revelou o Gabinete do Xerife do Condado de San Bernardino, nos EUA.

As autoridades, em comunicado publicado nas redes sociais, informaram que está concluído o processo de identificação do corpo, mas explicaram que ainda estão a ser investigadas as causas da morte e "a aguardar os resultados de mais exames".

Julian Sands desapareceu em 13 de janeiro numa caminhada sozinho na área de Baldy Bowl nas montanhas de San Gabriel, cerca de 80 km a nordeste de Los Angeles.

O ator foi procurado por drones e helicópteros, tendo o risco de avalanches e as condições perigosas do trilho dificultado as buscas terrestres.

As autoridades anunciaram, no sábado, que caminhantes avisaram que encontraram restos humanos no Monte Baldy e que o corpo foi transportado para análise.

Segundo a imprensa local, a família do ator de 65 anos expressou a sua gratidão às autoridades em comunicado, no qual lembrava Sands como "um grande pai, marido e explorador", além de um amante da natureza e das artes.

Ator de filmes como "Naked Lunch" (1991) e "An Indiscreet Romance" (1985), e com gosto por atividades ao ar livre seguidas nas redes sociais, nasceu em 1958 em Otley, no Reino Unido, mudando-se para a Califórnia na década de 1980 e com residência em North Hollywood, Los Angeles.

Entre trabalhos de destaque do ator está o filme "Millennium: os homens que não amavam as mulheres" (2011), a comédia de ação de Jackie Chan "O poder do talismã" (2003) e a participação em séries como "Smallville" ou " L" .

Continue a ler esta notícia