Líbia pede aos jornalistas que deixem a cidade de Derna para não dificultarem o trabalho das equipas de resgate - TVI

Líbia pede aos jornalistas que deixem a cidade de Derna para não dificultarem o trabalho das equipas de resgate

  • CNN Portugal
  • MJC
  • 19 set 2023, 10:47
Equipas de resgate após as inundações na cidade de Derna, Líbia (AP)

Grande número de jornalistas tornou-se um impedimento para o trabalho das equipas de resgate", informou um porta-voz do governo

Relacionados

As autoridades do leste da Líbia pediram aos jornalistas que deixassem a cidade de Derna, atingida pelas inundações, confirmou um porta-voz do governo à Reuters na terça-feira, explicando que o grande número de jornalistas na região está a dificultar o trabalho das equipes de resgate.
 
“É uma tentativa de criar melhores condições para as equipas de resgate realizarem o seu trabalho de maneira mais tranquila e eficaz", Hichem Abu Chkiouat, ministro da Aviação Civil no leste da Líbia, disse por telefone. “O grande número de jornalistas tornou-se um impedimento para o trabalho das equipas de resgate."

As fortes chuvas causadas pela tempestade mediterrânica Daniel provocaram inundações devastadoras no leste da Líbia no passado fim de semana, sendo que duas barragens colapsaram, fazendo com que uma parede de água de vários metros de altura atravessasse o centro da cidade de Derna, destruindo bairros inteiros e arrastando pessoas para o mar.

“Mais de 10 mil pessoas estão desaparecidas”, segundo números do Crescente Vermelho Líbio, citados pela AP, e as equipas de salvamento e de busca continuam a escavar na lama e nos destroços dos edifícios, à procura de corpos e de possíveis sobreviventes.

Até agora, o Crescente Vermelho confirmou que morreram 11.300 pessoas.

Continue a ler esta notícia

Relacionados