Mourinho critica jogadores: «Guardiola pode castigá-los, aqui não há essa hipótese» - TVI

Mourinho critica jogadores: «Guardiola pode castigá-los, aqui não há essa hipótese»

Torino-Roma (EPA/Alessandro Di Marco)

Português mostrou-se descontente com a atitude de alguns atletas na partida contra o Servette. «Disputei 150 jogos da Champions que são mais "importantes" do que estes e ainda assim, a minha motivação para estes jogos é alta. Mas há uns que não têm grande história europeia e que jogam de forma superficial.»

Relacionados

José Mourinho mostrou-se muito critico para com a atitude dos jogadores da Roma no empate frente ao Servette, da quinta jornada do grupo G da Liga Europa.

«As oportunidades falhadas foram importantes, mas não gostei do começo da segunda parte, algo que acontece várias vezes. Martelo os jogadores ao intervalo, é normal que uma equipa que esteja a perder por 1-0 ao intervalo em casa seja mais ofensiva e que esteja ansiosa para recuperar a desvantagem. Entrámos de forma superficial e alguns jogadores voltaram a desperdiçar uma oportunidade. Aouar? Não estou a falar dele, mas de alguns jogadores em geral. Mesmo quem entrou a partir do banco, entrou com a atitude errada», começou por dizer, citado pela Sky italiana.

Com este empate, o conjunto romano caiu para o segundo lugar e pode ser obrigado a jogar o play-off de acesso aos oitavos de final da prova, caso o Slavia confirme a primeira posição na sexta e última ronda. O técnico português desvalorizou esse cenário e sublinhou que é «mais dramática» a atitude de alguns jogadores do que a posição da equipa no grupo.

«Não é um drama jogar o play-off, mas vai ser difícil defrontar uma equipa da Liga dos Campeões. Para mim, é mais dramática a atitude de alguns jogadores. É algo que não entendo. Disputei 150 jogos da Champions, que são mais 'importantes' do que estes, e ainda assim a minha motivação para estes jogos é alta. Mas há uns que não têm grande história europeia e que jogam de forma superficial. Depois há outros que jogam concentrados o jogo todo. Não é preciso dizer quais são, são sempre os mesmos», apontou.

Apesar das críticas, Mourinho assumiu que nenhum jogador vai ser punido porque a Roma não é o Manchester City.

«Se vão pagar por isto? Não. O único que pode fazê-lo é o Guardiola. Se ele está chateado com um jogador, adeus, e outro é contratado. Aqui não há essa possibilidade. Apenas posso continuar a martelar os jogadores para retirar o melhor deste grupo fantástico que ama a Roma, mas que às vezes se sente na sua zona de conforto. Se algum deles me pedir para jogar mais, eu respondo ‘só quando os titulares estiverem mortos'», concluiu.
 

Continue a ler esta notícia

Relacionados