O Santa Clara foi multado em 281 euros por «entrada ou permanência de pessoas não autorizadas» no jogo ante o Benfica, da 17.ª jornada da I Liga, no sábado, situação relacionada com um adepto que invadiu o relvado e acabou por receber a camisola do argentino Enzo Fernández.

«Após o final do jogo, às 18h53, com a equipa de arbitragem e equipas visitante e visitada ainda dentro do retângulo de jogo, um adepto, sem identificação clubística, vindo da bancada central nascente, setor 13, zona ocupada por adeptos de ambas as equipas, e um adepto da bancada topo norte, setor 11 – ZCEAP, exclusiva aos adeptos da equipa visitante, acederam ao terreno e retângulo de jogo pacificamente, correndo na direção dos jogadores, no sentido de obterem uma camisola de jogo. Foram retirados de imediato do terreno de jogo pelos assistentes de recinto desportivo, para o setor onde estavam colocados na bancada e identificados pelas forças de segurança. Esta situação não provocou consequências físicas para qualquer agente desportivo», lê-se, no mapa de castigos do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), publicado na terça-feira.

A situação custou ainda 130 euros de multa ao delegado António Manuel Palma Rolim.

O clube açoriano foi ainda multado em 700 euros por «entrada e permanência de objetos não autorizados», nomeadamente «engenhos explosivos ou pirotécnicos» por parte de adeptos afetos à equipa visitante, situação que ditou uma multa de 1.910 euros ao Benfica. Em específico, esteve em causa a utilização de um pote de fumo, numa situação reincidente.

Redação Maisfutebol