Evangelista: «Há uma diferença entre o que queremos e o que podemos vir a fazer» - TVI

Evangelista: «Há uma diferença entre o que queremos e o que podemos vir a fazer»

Armando Evangelista, treinador do Famalicão (MANUEL FERNANDO ARAUJO/LUSA)

Treinador do Famalicão falou sobre o futuro como líder da equipa e garantiu que o foco é pontuar frente ao Portimonense

Relacionados

Armando Evangelista, treinador do Famalicão, coloca o futuro no cargo de lado e foca a sua atenção na necessidade de pontuar já no domingo, frente ao Portimonense, apontado que quer um resto de época «sem desleixos».

«Se me perguntar o que gostava mesmo era de ganhar os jogos todos e demonstrar uma grande evolução no que são os processos desta equipa. Claro que há uma diferença entre o que queremos e o que podemos vir a fazer, mas temos de ter essa crença e vontade de traçar objetivos ambiciosos para fazer bons jogos. Na minha cabeça não cabe outra coisa que não seja caminhar para o fim da época assim e sem haver desleixos», disse este sábado o treinador, na conferência de imprensa de antevisão da receção aos algarvios.

Depois da derrota frente ao Sporting (1-0), na passada terça-feira, e com apenas cinco jogos para o final do campeonato, com a manutenção ainda por assegurar, apesar do oitavo lugar, o técnico português garante que ninguém perdeu o foco na formação famalicense.

«O foco tem de estar sempre no máximo, com objetivo de ultrapassar todos os adversários e de melhorar e evoluir como equipa. Numa profissão como esta, os jogadores sabem que todos os momentos contam, os jogos são a avaliação de todos e devemos aproveitar todos os momentos para melhorar como equipa. É isso que vamos fazer», destacou.

Quando questionado se é suficiente o trabalho que tem feito até ao momento, duas vitórias, um empate e uma derrota, o treinador referiu: «Ainda agora cheguei. Isso são questões que neste momento não se levantam. Neste momento, estou preocupado com o que me pediram para fazer até ao final da época e não tenho de estar preocupado com o que pode ser a próxima época e nem quero pensar nisso.»

Por fim, sobre o jogo de domingo, Evangelista lembrou que o Portimonense está a lutar pela permanência e precisa de pontuar.

«Vamos encontrar um adversário que está a lutar pela sobrevivência e esse é o primeiro alerta, pois eles não podem desperdiçar a oportunidade de pontuar. Estamos preparados para essa dificuldade e compete-nos melhorar sempre o nosso jogo para ultrapassar isso», concluiu

O Famalicão, oitavo lugar, com 35 pontos, vai receber o Portimonense, 16.º classificado, com 27, este domingo, às 15h30, jogo que poderá seguir AO MINUTO no Maisfutebol.

 

Continue a ler esta notícia

Relacionados