Gonçalo Santos: «O nosso principal objetivo é não fazer contas» - TVI

Gonçalo Santos: «O nosso principal objetivo é não fazer contas»

Gonçalo Santos no Casa Pia-Gil Vicente (CARLOS BARROSO/Lusa)

Treinador do Casa Pia fez a antevisão à receção ao Portimonense e garante que o jogo «é importante, mas não é decisivo»

Relacionados

Gonçalo Santos, treinador do Casa Pia, não quer «fazer contas» e destaca a importância do jogo frente ao Portimonense, para a 29.ª jornada da I Liga.

«O nosso principal objetivo é não fazer contas e continuará assim até ao fim. A chegar o final do campeonato, apesar de estarmos em nono, a situação pontual dos clubes é muito próxima e temos de olhar para as equipas à nossa volta. Sabemos a importância do jogo. Se pontuarmos ou ganharmos, abrimos um fosso ainda maior, que nos dará mais tranquilidade», afirmou o técnico este sábado, em conferência de imprensa de antevisão.

Em nono lugar, com 31 pontos, apenas mais cinco que o Portimonense, que está em zona de playoff de manutenção, o técnico garante que o jogo «não é decisivo» para nenhuma das equipas.

«Sabemos que é um jogo importante, mas não decisivo, nem para nós, nem para o Portimonense. Ainda ficam a faltar cinco jogos e há 15 pontos em disputa, muita coisa pode acontecer», atirou.

Na jornada passada, os algarvios venceram o Desp. Chaves, por 3-2, e ultrapassaram uma série de oito jogos sem vencer, o que poderá ser um problema para os gansos.

«O Portimonense tem alterado o esquema tático em praticamente todos os jogos, não sei se é por estratégia. É uma equipa que vive muito do futebol direto, das segundas bolas e do que o Carlinhos pode dar ao jogo. O Hélio Varela também é muito explosivo, vivem muito da qualidade individual. São muito fortes na bola parada, têm feito vários golos nos livres laterais. É um momento em que temos de estar muito atentos», disse.

O Casa Pia recebe o Portimonense no domingo, às 18h.

Continue a ler esta notícia

Relacionados