«Clássico? Não torço por ninguém, procurarei ver o jogo e desfrutar» - TVI

«Clássico? Não torço por ninguém, procurarei ver o jogo e desfrutar»

Sp. Braga-Estrela da Amadora ( HUGO DELGADO/LUSA)

Artur Jorge assumiu que vai ver o FC Porto-Benfica de «forma distante» e revelou que Ricardo Horta ressentiu-se da lesão que o deixou afastado recentemente

Relacionados

Artur Jorge, treinador do Sporting de Braga, em declarações aos jornalistas na sala de imprensa, depois da vitória na receção ao Estrela, por 3-0, na 24.ª jornada da Liga:

«[O que pediu a equipa na segunda parte?] A vitória assenta bem pela justiça do desempenho das equipas. Foi um jogo muito consistente da nossa parte pelo desempenho coletivo, na primeira parte tivemos oportunidades, mas não fomos eficazes. Controlámos o jogo sem atacar com a velocidade e a assertividade que devíamos. Corrigimos alguns posicionamentos de jogadores para sermos mais assertivos, acelerámos o jogo no último terço e conseguimos criar situações de golo, tendo feito três golos que permitem ganhar, sendo que esse era o único objetivo que tínhamos. Objetivo cumprido, vitória justa e merecida da nossa parte.»

«[Mais um jogo sem sofrer golos] É importante para a solidez defensiva, para o compromisso da equipa, ficamos mais perto de ganhar quando não sofremos. Mas sem grande valorização, para mim o importante é ganhar os jogos, sofrendo ou não.»

«[Há algumas semanas falou do nervosismo de Roger e ele hoje vai do céu ao inferno com o golo] Não falei com ele depois do jogo. O Roger passou do nervosismo inicial de poder assumir a posição e ser titular nesta equipa, que tem muitos e bons valores, para um jogador que se tem afirmado com mérito dele, tem trabalhado muito nos jogos para ter o desempenho que lhe atribuímos. Tem justificado e merecido tudo o que lhe tem acontecido. É jovem, com potencial grande e vai evoluir. Esperemos que tenha um futuro de sucesso.»

«[É possível pedir aos jogadores que não sonhem com a luta pelo terceiro lugar?] Tenho dito aos jogadores que temos de fazer o nosso caminho, ganhar jogos, faltam 10, vamos ser merecedores da classificação final em função do desempenho. Não adianta falar de sonhos ou da possibilidade de chegar ao primeiro, segundo ou terceiro lugar, o importante é ganhar jogos para no final termos o que merecemos e espero que possamos merecer mais ainda, daí pedir consistência aos jogadores.»

«[Lesão de Ricardo Horta e se vai torcer pela vitória do Benfica no Clássico] O Ricardo é o lado negativo do jogo. Vamos tentar perceber a gravidade da lesão. É o momento "menos" para nós, é de extrema valia para nós e é muito importante. Enquanto treinador, não queria ficar privado do seu desempenho. (…) Os sintomas que deu é que é no mesmo sítio [da lesão anterior].

Não torço por ninguém, procurarei ver o jogo, mas de uma forma mais distante para desfrutar do jogo em si e não estar focado no resultado. O meu resultado foi este que trabalhei para conseguir.»

Continue a ler esta notícia

Relacionados