Vizela-Sp. Braga, 1-3 (destaques) - TVI

Vizela-Sp. Braga, 1-3 (destaques)

Banza chega aos treze e reforça o estatuto

Relacionados

A FIGURA: Banza
Chegou aos treze de golos esta temporada da Liga, reforçando assim o estatuto de melhor marcador do principal escalão do futebol português. Abriu o ativo num lance em que demonstrou o seu sentido de oportunidade, desviando o esférico já na pequena área. Bisou na segunda metade com um cabeceamento à ponta de lança. Treze golos em treze jornadas, média de um golo por jogo. Muito móvel, correu quilómetros e foi uma arma difícil de estancar para a defensiva do Vizela.

O MOMENTO: segundo golo do Sp. Braga (56’)
O cruzamento de Zalazar é açucarado. Colocou a bola no local certo, nas costas da defesa, no habitat natural de Banza. Na área o avançado congolês correspondeu com um cabeceamento indefensável à queima-roupa, praticamente sentenciando o jogo logo após um lance em que o Vizela desperdiçou uma oportunidade soberana.  

OUTROS DESTAQUES

Anderson
O defesa central voltou a ser um dos mais convictos da equipa do Vizela, fazendo a sua parte quer na manobra defensiva quer ofensivamente. Rematou com perigo, na área adversária, logo aos onze minutos.

Zalazar
O pêndulo do costume no meio campo do Sp. Braga, cotando-se como um dos principais reforços para esta época na equipa de Artur Jorge. Dá opções constantes ao jogo do Sp. Braga, jogou com critério e foi igualmente fundamental na ocupação de espaços.

Diogo Nascimento
O médio de apenas 21 anos formado no Benfica foi o mais destemido com bola no Vizela. Não teve receio, jogou e fez jogar, criando lances prometedores a partir do corredor central. O mais audaz dos vizelenses.

Paulo Oliveira e Serdar
Não são a dupla principal do Sp. Braga. Perante um jogo perigoso, com um Essende muito trabalhador pela frente, a dupla manteve-se firme e foi controlando as operações. O Sp. Braga apenas sofreu num pontapé de canto.

 

Continue a ler esta notícia

Relacionados