Vasco Seabra: «Vizela? Temos de ser agressivos, estar no nosso limite» - TVI

Vasco Seabra: «Vizela? Temos de ser agressivos, estar no nosso limite»

Vasco Seabra em conferência de imprensa (RODRIGO ANTUNES/LUSA)

Treinador do Estoril mostra «ambição e vontade» para o jogo da 23.ª jornada. Rodrigo Gomes é baixa

Relacionados

O treinador do Estoril, Vasco Seabra, salientou este sábado «a ambição e vontade» existentes na equipa para vencer o duelo com o Vizela, no domingo, a contar para a 23.ª jornada da I Liga portuguesa.

«Temos uma expectativa positiva para o jogo e uma ambição e vontade muito grandes de nos entregarmos de uma forma muito competitiva ao jogo», assegurou o treinador, na conferência de imprensa de antevisão ao encontro, em que espera encontrar um adversário aguerrido, muito apoiado pelo seu público.

«Todo esse calor tem de envolver-nos também a nós para sentirmos que temos de dar o máximo de nós. Será um adversário que também se entregará ao jogo para sair da situação em que está», analisou, não olhando para a situação classificativa do Vizela, atual último classificado, que lhe merece todo o seu respeito.

«É uma equipa que coloca jogadores com qualidade na primeira fase de construção para atrair e depois explorar a seguir. Tem largura máxima no jogo, jogadores por dentro. Portanto, do ponto de vista coletivo, é uma equipa que sabe o que faz. Temos de ser muito agressivos, estarmos no nosso limite e sermos realmente competidores», anteviu.

Entre as baixas para Vizela está Rodrigo Gomes, expulso na jornada anterior, na receção ao Gil Vicente, sendoo uma ausência importante e lamentada pelo próprio treinador. «É um jogador com características muito próprias, tem uma ambição muito grande e entrega-se também sempre a todos os treinos e jogos. Tem conseguido assimilar e juntar as vertentes tática, emocional e para tomar decisões, mesmo com essa velocidade e intensidade que coloca no jogo», elogiou Vasco Seabra, realçando, por outro lado, o aparecimento de outros elementos, como o médio Michel Costa, que se estreou como titular na ronda anterior e lhe mostrou estar capacitado para continuar a ser opção.

«O Michel estava connosco há cerca de dois meses, preparando-se também para que as coisas pudessem acontecer para o lado dele, e a verdade é que fez 90 e tal minutos de jogo. Fez o jogo inteiro e demonstrou capacidade e qualidade. Por isso, é importante sentirmos que temos opções para competirmos internamente e, depois, tomar a decisão que agarre mais a equipa», destacou.

O Estoril Praia, 14.º classificado, com 21 pontos, defronta o Vizela, 18.º e último classificado, com 16, no domingo, às 15h30, no Estádio do FC Vizela, em duelo que terá arbitragem de Fábio Melo. Siga o jogo, ao minuto, no Maisfutebol.

Continue a ler esta notícia

Relacionados