O FC Porto foi multado num total de 10.070 euros pelo jogo em Guimarães, ante o Vitória, da 17.ª jornada da I Liga, no sábado, tendo o atraso para a segunda parte, que motivou 2.040 euros de multa sido justificado com tonturas por parte do futebolista brasileiro Wendell.

«A segunda parte iniciou-se com um atraso de quatro minutos por motivo de atraso da equipa B [ndr: FC Porto]. A justificação foi que o jogador número 22 estava com tonturas», pode ler-se, no mapa de castigos do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Da restante punição, 7.010 euros foram por «comportamento incorreto do público», associado à utilização de «engenhos explosivos ou pirotécnicos» e 1.020 euros por palavras insultuosas a Guimarães e ao Vitória durante o jogo e após o jogo, vindas dos adeptos na bancada destinada aos visitantes.

O Vitória também foi multado, em 7.404 euros, 6.690 deles por utilização «de engenhos explosivos ou pirotécnicos» no Estádio D. Afonso Henriques e 714 euros por palavras ofensivas ao Porto.

Redação Maisfutebol