Portugal tem 261 linces-ibéricos - TVI

Portugal tem 261 linces-ibéricos

  • Agência Lusa
  • CNC
  • 19 mai, 21:10
Como se prepara a reintrodução de uma cria de lince ibérico na Natureza

Animais encontram-se na zona do Vale do Guadiana, nomeadamente em Mértola, Serpa (Alentejo) e Alcoutim (Algarve)

Relacionados

Em 2021, existiam 209 linces-ibéricos em liberdade em Portugal, dos quais 139 eram adultos ou jovens. Agora, de acordo com os censos de 2022, já são 261.

O censo sobre o lince-ibérico, feito no ano passado, indica a existência de mais de 1.600 exemplares na Península Ibérica, a grande maioria (84,3%) em Espanha.

De acordo com os dados divulgados esta sexta-feira os 1.407 linces em Espanha e os 261 em Portugal estão distribuídos por 15 núcleos populacionais, um deles em Portugal.

O núcleo em Portugal fica na zona do Vale do Guadiana e é dividido em três subnúcleos, Mértola e Serpa (Alentejo) e Alcoutim (Algave).

Segundo o censo, feito pelas autoridades ambientais dos dois países e com a colaboração de organizações não-governamentais, Portugal possui atualmente 49 fêmeas reprodutoras na natureza, que geraram 86 crias durante o ano passado. Dos 261 linces, 175 são indivíduos adultos ou subadultos.

Em Espanha há seis núcleos na Andaluzia, quatro em Castela La Mancha e outros quatro na Estremadura.

A Andaluzia (627 indivíduos, 37,6% do total de linces), Castela La Mancha (585, 35,0%) e a Estremadura (195, 11,7%) são as comunidades autónomas espanholas com presença estável da espécie, indica-se num comunicado hoje divulgado pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

O ICNF recorda que desde o início deste século foram feitas ações de conservação do lince-ibérico, graças às quais a população atingia em 2020 os mil exemplares.

Continue a ler esta notícia

Relacionados