25 de Abril: Lula da Silva fala no Parlamento mas numa sessão de boas-vindas. "Houve um consenso muito grande" - TVI

25 de Abril: Lula da Silva fala no Parlamento mas numa sessão de boas-vindas. "Houve um consenso muito grande"

  • CNN Portugal
  • AM com Lusa
  • 1 mar 2023, 13:04
Lula da Silva (AP Photo)

Não está ainda decidido se a sessão de boas-vindas terá lugar a 24 ou 25 de abril. O presidente da Assembleia da República explicou que a sessão não acontecerá "em paralelo" com a sessão comemorativa do 25 de Abril "porque não podemos ter duas sessões solenes ao mesmo tempo"

Relacionados

Após a conferência de líderes, o presidente da Assembleia da República revelou que Lula da Silva será recebido no Parlamento com uma sessão solene de boas-vindas, numa sessão à parte das comemorações do 25 de Abril, e que pode ter lugar no dia 24 ou no dia 25.

"Agora que ouvi uma conferência de líderes, posso dizer que teremos um conferência de boas-vindas ao presidente do Brasil e na qual intervirão eu próprio, enquanto presidente da Assembleia da República, o Presidente da República (português) e o presidente da República federativa do Brasil", revelou Augusto Santos Silva, adiantando que a sessão não acontecerá "em paralelo" com a sessão comemorativa do 25 de Abril, "porque não podemos ter duas sessões solenes ao mesmo tempo".

Garantindo que "houve um consenso muito grande", Augusto Santos Silva adiantou ainda que "as condições protocolares" serão agora trabalhadas no próximo mês e meio. A "figura" que será utilizada para receber o presidente da Assembleia da República será a das sessões solenes de boas-vindas aos chefes de Estado, tendo essa proposta recebido "enorme apoio" por parte da conferência de Líderes.

Ainda que a data em que ocorrerá a sessão de boas-vindas não esteja definida, podendo ser a 24 ou a 25, Lula da Silva vai, garantidamente, assistir às cerimónias do 25 de Abril.

O anúncio da presença de Lula da Silva no Parlamento neste dia, feito pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros, motivou protestos do Chega e da IL e o PSD disse não aceitar que o presidente brasileiro discurse na Assembleia da República na sessão solene do 25 de Abril. O líder da IL anunciou mesmo que, caso o presidente brasileiro discurse na sessão solene do 25 de Abril, os deputados liberais sairão do hemiciclo

O ministro dos Negócios Estrangeiros explicou que a visita de Estado do presidente brasileiro irá decorrer entre 22 e 25 de abril.

“A Assembleia da República é soberana, tomará as decisões que entender sobre essa matéria sendo, como disse agora o senhor presidente da Assembleia da República, um hábito muito saudável da nossa democracia, que as visitas de Estado têm sempre uma componente de visita à Assembleia da República”, afirmou ministro João Gomes Cravinho, na altura.

Continue a ler esta notícia

Relacionados