Abel bicampeão no Brasil: todos os treinadores portugueses campeões lá fora - TVI

Abel bicampeão no Brasil: todos os treinadores portugueses campeões lá fora

José Mourinho (foto: AP Photo/Alessandra Tarantino)

Treinador do Palmeiras soma segundo campeonato no estrangeiro. José Mourinho e Manuel José são quem mais ligas têm fora de Portugal

Relacionados

O treinador português Abel Ferreira revalidou o título de campeão do Brasil ao serviço do Palmeiras e, além de ter ultrapassado Jorge Jesus em ligas conquistadas naquele país, tornou-se o 26.º técnico luso com mais de um campeonato ganho fora de Portugal.

Depois do Brasileirão em 2022, Abel Ferreira conduziu o Palmeiras à conquista de 2023, naquele que é o campeonato mais importante da América do Sul, continente no qual três técnicos lusos já foram campeões nacionais. Além de Abel, Jorge Jesus no Flamengo (2019) e Renato Paiva no Independiente del Valle (Equador, 2021).

No que toca a treinadores portugueses com campeonatos conquistados lá fora, José Mourinho e Manuel José são os mais titulados, ambos com seis troféus cada. Mourinho tem três ligas pelo Chelsea (Inglaterra), duas ligas pelo Inter de Milão (Itália) e uma pelo Real Madrid (Espanha). Já Manuel José foi campeão seis vezes no Al-Ahly, do Egito.

Na lista de êxitos, uns com mais destaque em campeonatos mais competitivos e exigentes, tem depois Bernardino Pedroto com cinco títulos. Com quatro, surgem Leonardo Jardim e José Morais. Com três, há cinco treinadores: Paulo Fonseca, Jesualdo Ferreira, Artur Jorge, Pedro Martins e Bernardo Tavares.

Na lista que agora conta com Abel com dois campeonatos no estrangeiro, há mais 15 treinadores que festejaram ligas lá fora por duas vezes: Paulo Sousa, Vítor Pereira, José Romão, António Conceição, Bruno Baltazar, Rui Caçador, Guilherme Farinha, Hilário Conceição, Hélder Duarte, Litos, Alexandre Santos, Nelo Vingada, Henrique Calisto, Ulisses Morais e José Luís.

Por uma vez, festejaram ligas no estrangeiro 28 treinadores portugueses. Nesta lista, destaca-se o título de Jorge Jesus no Flamengo, ou os de Marco Silva e Paulo Bento (ambos pelo Olympiakos), o de André Villas-Boas no Zenit, o de Luís Castro no Shakhtar Donetsk, o de Rui Vitória e Hélder Cristóvão no Al Nassr, o de Nuno Espírito Santo no Al-Ittihad, o de Pedro Caixinha no Santos Laguna ou o de Renato Paiva no Independiente del Valle. Campeões por uma ocasião, nos diversos continentes, foram ainda Paulo Sérgio, Domingos Paciência, Bruno Ribeiro, Carlos Fangueiro, Jorge Costa, Álvaro Magalhães, João Paulo Costa, Carlos Gomes, Carlos Machado, Jaime Pacheco, José Peseiro, José Rachão, Fernando Cabrita, Acácio Casimiro, Vítor Pontes, José Castro, Horácio Gonçalves e Ricardo Formosinho.

Continue a ler esta notícia

Relacionados