Mourinho só responde em português após o jogo: «O meu italiano...» - TVI

Mourinho só responde em português após o jogo: «O meu italiano...»

José Mourinho no Bayer Leverkusen-Roma (FRIEDEMANN VOGEL/EPA)

Treinador da Roma apresentou-se em modo de protesto devido à investigação aberta às suas palavras na conferência de imprensa

Relacionados

A Federação italiana (FGIC) abriu uma investigação a José Mourinho pelas críticas do treinador português ao árbitro do jogo com o Sassuolo, que o técnico terá considerado não ter a «estabilidade emocional» para apitar jogos de elevado grau de exigência.

Além disso o "special one" também afirmou que tem «sempre azar» com o VAR nomeado para a partida.

Ora, já depois do triunfo por 2-1 em Sassuolo, Mourinho surgiu na flash interview e na conferência de imprensa em modo de protesto. O treinador da Roma respondeu integralmente em português e justificou essa atitude com o receio de ser mal interpretado.

«A vitória é dos jogadores e dos romanistas que invadiram este estádio. É tudo deles. Também quero agradecer à propriedade e ao diretor [Tiago] Pinto que nestas últimas 24 horas me deram aquilo que eu precisava para ter a estabilidade emocional. Um treinador precisa de ter estabilidade emocional no banco e eles deram-me isso. Fui para o banco com confiança e preparado para ajudar os jogadores. É uma grande vitória, num jogo muito conseguido. Mesmo com o 1-0, a Roma era a equipa mais forte e mais bem posicionada no jogo. Muito feliz pelos jogadores e pelos adeptos. Queria deixar uma palavra ao meu fantástico assistente que é o Salvatore Fotti que esteve fora mas fez de tudo por esta vitória», afirmou o técnico luso à DAZN.

«A razão pela qual estou a falar em português hoje é porque o meu italiano não é suficientemente polido e forte para expressar certos conceitos. Quando falei sobre estabilidade emocional, estava a falar de uma qualidade que na vida e no futebol é necessária para ter um desempenho ao mais alto nível», concluiu.

Continue a ler esta notícia

Relacionados