Seul, Washington e Tóquio iniciam manobras militares navais perto da península coreana - TVI

Seul, Washington e Tóquio iniciam manobras militares navais perto da península coreana

  • Agência Lusa
  • DCT
  • 3 abr 2023, 07:18
Navios sul coreanos (South Korea Defense Ministry via AP)

Estas manobras surgem pouco depois de Pyongyang ter anunciado dois testes de um 'drone' submarino nuclear que pode alegadamente gerar tsunamis radioativos para atingir frotas e portos

Coreia do Sul, Japão e Estados Unidos iniciaram esta segunda-feira exercícios navais, perto da península coreana, para fazer face às "crescentes ameaças submarinas" de Pyongyang.

As manobras, que incluem operações anti-submarino e de busca e salvamento com um porta-aviões norte-americano, decorrem esta segunda-feira e na terça-feira em águas a sul da ilha de Jeju, ao largo da costa sudoeste da Coreia do Sul.

Além do porta-aviões nuclear USS Nimitz, estão a participar nos exercícios dois contratorpedeiros norte-americanos (USS Wayne E. Meyer e USS Decatur), três sul-coreanos (ROKS Yulgok YiYi, ROKS Choe Yeong e ROKS Daejoyeong) e um japonês (JS Umigiri).

Os exercícios "foram organizados para melhorar as capacidades de resposta da República da Coreia [nome oficial do Sul], dos EUA e do Japão contra as ameaças submarinas cada vez mais avançadas da Coreia do Norte, incluindo mísseis balísticos submarinos [SLBM]", de acordo com uma declaração do ministério da Defesa sul-coreano.

Estas manobras surgem pouco depois de Pyongyang ter anunciado dois testes de um 'drone' submarino nuclear que pode alegadamente gerar tsunamis radioativos para atingir frotas e portos.

O 'drone' ou torpedo guiado, chamado Haeil-1, está teoricamente equipado com uma ogiva tática chamada Hwasan-31 que o regime anunciou, na semana passada, numa mensagem que sublinha o reforço do arsenal atómico de curto alcance para possível utilização na península coreana e à volta desta.

No domingo, a Coreia do Norte condenou, num editorial publicado pela agência de notícias oficial KCNA, as manobras militares de Primavera que os aliados têm vindo a realizar, no sul da península, e acusou Seul e Washington de mentirem ao descrever estes exercícios como "rotina e de natureza defensiva".

Seul, Tóquio e Washington já realizaram exercícios navais em setembro do ano passado.

Continue a ler esta notícia