Marcelo pede mais do que desculpa pela colonização: "Pedir desculpa é fácil" - TVI

Marcelo pede mais do que desculpa pela colonização: "Pedir desculpa é fácil"

  • Agência Lusa
  • AG
  • 25 abr 2023, 14:07
Lula da Silva na Assembleia da República (Foto Lusa)

Chefe de Estado diz que é tempo de assumir o "pior da nossa presença"

O Presidente da República defendeu esta terça-feira que Portugal deve um pedido de desculpa, mas acima de tudo deve assumir plenamente a responsabilidade pela exploração e pela escravatura no período colonial.

Marcelo Rebelo de Sousa assumiu esta posição no seu discurso na sessão solene comemorativa do 49.º aniversário do 25 de Abril na Assembleia da República, a propósito da sessão de boas-vindas ao Presidente brasileiro, Lula da Silva, que aconteceu imediatamente antes, o que no seu entender "faz todo o sentido" porque o Brasil "foi precursor na descolonização".

"Também isso nos serve para nós olharmos para trás a propósito do Brasil. Mas seria também possível a propósito de toda a colonização e toda a descolonização e assumirmos plenamente a responsabilidade por aquilo que fizemos", considerou.

"Não é apenas pedir desculpa – devida, sem dúvida – por aquilo que fizemos porque pedir desculpa é às vezes o que há de mais fácil, pede-se desculpa, vira-se as costas, e está cumprida a função. Não, é o assumir a responsabilidade para o futuro daquilo que de bom e de mau fizemos no passado", defendeu.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, a colonização do Brasil também teve fatores positivos, "a língua, a cultura, a unidade do território brasileiro". "De mau, a exploração dos povos originários, denunciada por António Vieira, a escravatura, o sacrifício do interesse do Brasil e dos brasileiros", apontou.

"Um pior da nossa presença que temos de assumir tal como assumimos o melhor dessa presença. E o mesmo se diga do melhor e do pior, do pior e do melhor da nossa presença no império ao longo de toda a colonização", acrescentou.

Continue a ler esta notícia