Mortágua traça objetivo de recuperar deputado por Faro perdido em 2022 - TVI

Mortágua traça objetivo de recuperar deputado por Faro perdido em 2022

  • Agência Lusa
  • MM
  • 24 fev, 15:53
A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Mariana Mortágua (Filipe Amorim/LUSA)

Coordenadora do Bloco de Esquerda esteve este sábado num almoço comício em Boliqueime, no Algarve

A coordenadora do BE, Mariana Mortágua, traçou este sábado o objetivo de recuperar o mandato por Faro, que foi perdido nas últimas legislativas, considerando que se notou o efeito de o Algarve ter deixado “de ter deputados à esquerda”.

Mariana Mortágua discursava num almoço comício em Boliqueime, distrito de Faro, e deixou claro no final da sua intervenção que o BE quer eleger o eurodeputado José Gusmão e assim recuperar o deputado que perdeu nas eleições de 2022.

“O Algarve deixou de ter deputados à esquerda nas últimas eleições e esse efeito notou-se. A representação parlamentar ficou mal entregue aos partidos do bloco central e ao Chega”, criticou.

Considerando que os problemas da região se agravaram nestes anos e assegurando que o BE se manteve, mesmo sem deputado eleito, em todas as lutas pelo distrito, a coordenadora bloquista deixou evidente o objetivo de “voltar a ter um deputado do Bloco de Esquerda na Assembleia da República” eleito por Faro.

“Essa é a esquerda que vai constituir uma maioria social no país, que vai constituir uma maioria no parlamento para fazer a diferença, para ter as políticas que contam e o José Gusmão vai fazer parte dessa maioria que vai transformar este país no dia 10 de março”, disse.

Recorrendo ao mote de campanha, Mortágua defendeu que esta maioria “vai fazer o que nunca foi feito”.

Continue a ler esta notícia