Seis barras fechadas a toda a navegação devido à forte agitação marítima - TVI

Seis barras fechadas a toda a navegação devido à forte agitação marítima

  • Agência Lusa
  • MM
  • 28 out 2023, 10:03
Mau tempo

IPMA colocou sete distritos sob aviso laranja e três sob aviso amarelo

Seis barras marítimas estão fechadas à navegação e duas estão condicionadas devido à previsão de forte agitação marítima, que levou o instituto do mar e da atmosfera a colocar sete distritos sob aviso laranja e três sob aviso amarelo.

De acordo com a Autoridade Marítima Nacional, as barras de Caminha, Douro, Vila Praia de Âncora, Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Portinho da Ericeira estão fechadas a toda a navegação, enquanto as barras de Aveiro e Figueira da Foz estão condicionadas a embarcações de comprimento inferior a 35 metros.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso laranja para agitação marítima os distritos de Aveiro, Braga, Coimbra, Leiria, Lisboa, Porto e Viana do Castelo (a partir das 06:48 deste sábado até às 12:00), devido a ondas de noroeste com cinco a seis metros, podendo atingir a altura máxima de 10 metros.

Para os distritos de Beja, Faro (até às 18:00) de sábado), Setúbal (até às 00:00 de domingo), Aveiro, Braga, Coimbra, Leiria, Lisboa, Porto e Viana do Castelo (12:00 deste sábado até às 06:00 de domingo) foram emitidos avisos amarelos para agitação marítima, devido a ondas de noroeste com quatro a cinco metros.

Os distritos de Viana do Castelo, Vila Real, Braga, Porto e Aveiro estão também sob aviso laranja devido à previsão de chuva forte até às 03:00 de domingo.

Para os distritos de Bragança, Viseu e Coimbra foi emitido um aviso amarelo também devido à previsão de chuva, por vezes forte e persistente.

O aviso laranja é emitido pelo IPMA sempre que existe "situação meteorológica de risco moderado a elevado e o amarelo quando há uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica”.

O IPMA divulgou na sexta-feira um comunicado a alertar para a aproximação da depressão Celine, associada a uma superfície frontal fria, que vai afetar Portugal continental a partir da tarde deste sábado, com precipitação persistente, por vezes forte e acompanhada de trovoada, principalmente no Minho e Douro Litoral.

De acordo com o IPMA, a depressão Celine, que às 13:00 de sábado “deverá estar centrada a oeste das Ilhas Britânicas”, irá condicionar, associada a uma superfície frontal fria, o estado do tempo em Portugal continental a partir da tarde.

Continue a ler esta notícia