Infarmed manda recolher lotes de medicamento para tensão alta - TVI

Infarmed manda recolher lotes de medicamento para tensão alta

  • Agência Lusa
  • DCT
  • 8 ago 2023, 08:31
Medicamento (Freepik)

O Infarmed diz ainda que as entidades que possuam estes lotes de medicamento em ‘stock’ não os podem vender, dispensar ou administrar, devendo devolvê-los.

O Infarmed mandou recolher do mercado dois lotes do medicamento Ramipril + Hidroclorotiazida Generis, usado nos casos de tensão arterial elevada, por terem sido detetados valores fora de especificação nos parâmetros de doseamento e impureza.

Segundo a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, foram mandados recolher os lotes 21LN083A (56 comprimidos), com validade até 01/12/2023, e 22AN092A (56 comprimidos), com a validade 01/01/2024.

O Infarmed diz ainda que as entidades que possuam estes lotes de medicamento em ‘stock’ não os podem vender, dispensar ou administrar, devendo devolvê-los.

Aconselha ainda os doentes que estejam a utilizar medicamentos pertencentes a estes lotes a não interromperem o tratamento, mas, logo que possível, a pedirem a substituição por outro lote ou peçam ao médico ou farmacêutico a indicação de um medicamento alternativo.

O titular de autorização de introdução no mercado do Ramipril + Hidroclorotiazida Generis (2,5 mg + 12,5 mg e 5 mg + 25 mg) é a Generis Farmacêutica, S.A.

Continue a ler esta notícia