Dez barras marítimas fechadas e três condicionadas devido à agitação marítima - TVI

Dez barras marítimas fechadas e três condicionadas devido à agitação marítima

  • Agência Lusa
  • 18 out 2023, 08:26
Barra marítima do Douro já está encerrada

As restantes 34 barras marítimas estão abertas a toda a navegação

Relacionados

Dez barras marítimas estão fechadas a toda a navegação e três estão condicionadas devido à agitação marítima, segundo informação disponível no ‘site’ da Marinha Portuguesa.

Segundo a Marinha, estão encerradas as barras de Caminha, Douro, Esposende, Figueira da Foz, Vila Praia de Âncora, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Ericeira, Peniche e Alvor.

A barra de Aveiro está fechada a embarcações com comprimento inferior a 35 metros, mantendo-se aberta à restante navegação.

Já a barra de Leixões está condicionada a toda a navegação de embarcações de comprimento inferior a 35 metros.

A barra de Viana do Castelo está fechada a embarcações de comprimento inferior a 30 metros.

As restantes 34 barras marítimas estão abertas a toda a navegação.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou toda a costa portuguesa sob aviso laranja na quinta-feira por causa da agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com 5 a 7 metros de altura significativa, podendo atingir 14 metros de altura máxima.

Toda a costa portuguesa vai estar sob aviso amarelo entre as 09:00 e as 21:00 de quinta-feira, passando depois a laranja até às 12:00 de sexta-feira.

Portugal continental vai ser afetado pela depressão Aline, que transporta uma massa de ar quente, húmida e instável, que vai trazer precipitação forte e rajadas de vento que poderão superar os 100 quilómetros/hora e agitação marítima.

Devido a previsão de chuva e vento fortes, o IPMA emitiu aviso laranja para os 18 distritos do continente.

Continue a ler esta notícia

Relacionados