Migrações: Portugal resgata mais 39 pessoas ao largo da ilha italiana de Pantelleria - TVI

Migrações: Portugal resgata mais 39 pessoas ao largo da ilha italiana de Pantelleria

  • Agência Lusa
  • DCT
  • 20 ago 2023, 15:09
Portugal resgata mais 39 pessoas ao largo da ilha italiana de Pantelleria (Polícia Marítima)

Os resgates enquadram-se na operação Themis da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex), que visa ajudar a Itália na vigilância das fronteiras no Mediterrâneo Central.

A Polícia Marítima (PM) resgatou no sábado 39 migrantes no mar Mediterrâneo, ao largo da ilha italiana de Pantelleria, indicou este domingo em comunicado a Autoridade Marítima Nacional, que contabiliza esta semana 138 salvamentos na mesma zona.

Os 39 migrantes, incluindo 15 crianças e três mulheres, seguiam sem coletes salva-vidas em duas embarcações que foram intercetadas pela PM após receber um alerta.

Depois de resgatadas, as pessoas foram transportadas, por motivos de segurança, para o porto de Pantelleria, onde as autoridades italianas aguardavam.

Os 39 migrantes somam-se aos 99 resgatados pela PM portuguesa na mesma zona entre segunda e quinta-feira.

Os resgates enquadram-se na operação Themis da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex), que visa ajudar a Itália na vigilância das fronteiras no Mediterrâneo Central.

Desde junho a PM já salvou 321 migrantes no âmbito da operação Themis.

Dados revelados recentemente pela Organização Internacional para as Migrações (OIM) apontam o Mediterrâneo Central – entre o norte de África e Itália – como sendo atualmente a rota migratória mais perigosa do mundo, com mais de 20 mil mortes desde 2014.

De acordo com os mais recentes dados oficiais em Itália, 89.158 migrantes desembarcaram na costa do país nos primeiros sete meses de 2023, contra 41.435 no mesmo período de 2022, o que significa um aumento de 115,1%.

A Tunísia é agora o principal país de origem dos migrantes que chegam a Itália.

Continue a ler esta notícia