Existem mesmo alimentos que ajudam a preservar um bronzeado mais bonito? - TVI

Existem mesmo alimentos que ajudam a preservar um bronzeado mais bonito?

  • CNN Portugal
  • FG
  • 17 ago 2023, 22:00
Melancia (Julian Stratenschulte/picture alliance via Getty Images

É mito de verão? || Durante o mês de agosto, todas as quintas-feiras, damos resposta a uma das muitas ideias feitas relacionadas com o verão

Relacionados

Existem mesmo alimentos que deixam o bronzeado mais bonito ou é um mito?

A chave para a resposta está num antioxidante chamado betacaroteno. "A substância betacaroteno, que está presente em alguns alimentos, interage com a melanina e permite que haja “uma maior fixação de pigmentos na pele", explica a nutricionista Carla Castrelo.

O pigmento antioxidante está presente, principalmente, “em frutas e legumes de tonalidade laranja ou amarelo”, conta a especialista, que nomeia alguns dos alimentos onde se pode encontrar esta substância que, por isso, permitem ter um bronzeado mais bonito:

  • Pêssego;
  • Abóbora
  • Nectarina;
  • Alperce;
  • Tomate; 
  • Papaia;
  • Laranja;
  • Manga;
  • Cenoura;
  • Melancia.

"Geralmente, os alimentos que ajudam a prolongar o bronzeado são ricos em betacaroteno", diz a especialista, que explica que se trata de um "precursor da vitamina A que ao fazer a síntese dessa vitamina, com uma ação antioxidante muito benéfica, faz com que o organismo tenha uma maior capacidade de fixação da vitamina C". Assim, durante o verão, "a ação do sol faz com que o organismo tenha uma maior capacidade de fixação de pigmentos do que outra altura do ano, ingerindo o mesmo alimento", influenciando, desta maneira, a produção de melanina, esclarece. 

Betacaroteno é o predileto, mas não é o único

Ainda que o betacaroteno seja a substância predileta para a obtenção de um bronzeado mais bonito, não está sozinho. O licopeno também promove um bronzeado mais duradouro e uma pele mais saudável, afirma a nutricionista. Uma vez que, "a sua ação antioxidante proporciona maior firmeza à pele", e faz com que “haja uma regeneração e multiplicação das células”, mantendo a pele mais saudável e promovendo um “bronzeado mais duradouro”, explica a especialista.

Ou seja, a ingestão de alimentos com esta substância traz benefícios à pele, tornando-a mais hidratada e protegida dos raios ultravioleta, podendo atenuar os danos que os raios podem provocar à pele, explica a médica. 

No final de contas 

A especialista alerta que não é por “ingerir imensas quantidades de cenouras” antes de ir para a praia, que vai surtir o efeito desejado. O que faz a diferença é “a presença do alimento no dia a dia”. A nutricionista aconselha a consumir os alimentos com regularidade "nos meses de junho, julho, agosto e setembro". Dessa maneira, sublinha, o bronzeado ficará mais bonito e "faz com que o efeito seja prolongado". Mesmo que não tenha exposição solar com frequência o bronzeado perdurará durante mais tempo informa a nutricionista, que não tem dúvidas de que há alimentos que ajuda a preservar o bronzeado: “Não é mito, é mesmo verdade”. 

Continue a ler esta notícia

Relacionados