Estoril Open: Nuno Borges salva match point e vence Pouille com reviravolta - TVI

Estoril Open: Nuno Borges salva match point e vence Pouille com reviravolta

Nuno Borges na primeira ronda do Estoril Open (TIAGO PETINGA/Lusa)

Português entrou nervoso e mal, perdeu primeiro set por 6-0, esteve a perder por 2-0 no segundo, mas garantiu o apuramento para a segunda ronda

Relacionados

Foi sofrido, começou muito mal, teve duas paragens devido à chuva, mas acabou bem para Nuno Borges.

O tenista português (62.º ATP), garantiu, esta segunda-feira, a qualificação para a segunda ronda do quadro principal masculino do Estoril Open, ao vencer o francês Lucas Pouille (241.º do ranking) por dois sets a um, com os parciais de 6-0, 6-7 (6-8) e 3-6, ao fim de cerca de duas horas e 20 minutos.

Nuno Borges entrou nervoso – algo que admitiu na entrevista em pleno court – logo após o jogo, perdeu o primeiro set por 6-0 em cerca de meia-hora, esteve a perder por 2-0 no segundo set, mas encetou depois a recuperação no court central do Clube de Ténis do Estoril, frente a um Pouille que chegou a ser 10.º do ranking ATP em 2018.

Depois de reduzir para 2-1 no seu jogo de serviço, no segundo set, Nuno Borges quebrou o serviço do adversário por duas vezes e chegou a uma vantagem importante (2-4), mas perderia logo a seguir a vantagem do jogo de serviço e Pouille chegou ao 4-4. Ninguém desarmou mais nos seus jogos de serviço e o set só foi resolvido no tie-break, com Nuno Borges a levar a melhor (6-8) depois de três pontos consecutivos e de ter negado o match-point de Pouille com 6-5 a favor do francês.

No terceiro set, com Pouille a começar a servir, ninguém cedeu até ao 3-3 e Nuno Borges fez depois a diferença ao ganhar o jogo de serviço a Pouille para o 3-4, confirmando o break com o 3-5 de seguida. Depois, Nuno Borges agarrou o apuramento no serviço de Pouille, fechando o encontro nas vantagens e ao segundo match-point de que dispôs.

Na segunda ronda, Nuno Borges vai defrontar o italiano Lorenzo Musetti, atual 24.º do ranking mundial e com o registo máximo de 15.º alcançado em junho de 2023.

Continue a ler esta notícia

Relacionados