Ranking ATP: Nuno Borges sobe 22 lugares e é o segundo português no top-50 - TVI

Ranking ATP: Nuno Borges sobe 22 lugares e é o segundo português no top-50

Nuno Borges (EPA/LUKAS COCH)

Prestação histórica no Open da Austrália vale subida ao 47.º lugar. Taylor Fritz entra no top-10, do qual sai Alex de Minaur

Relacionados

É oficial: o português Nuno Borges tornou-se, esta segunda-feira, o segundo tenista luso no top-50 do ranking ATP, com a subida de 22 lugares, do 69.º ao 47.º, na sequência da histórica campanha no Open da Austrália, torneio em que chegou aos oitavos de final.

Segundo a atualização semanal feita esta segunda-feira, após a conclusão do Open da Austrália, o tenista português de 26 anos acrescentou 190 pontos, tendo agora 1.004 na hierarquia.

Esta é a melhor classificação de sempre de Nuno Borges no ranking ATP, que tem como melhor marca de sempre o 28.º lugar de João Sousa, alcançado em maio de 2016.

A mexida de Nuno Borges é mesmo a maior protagonizada pelos tenistas que agora estão no top-50. A outra de destaque é a do sérvio Miomir Kecmanovic, que subiu 19 lugares e é agora 41.º.

Top-10 com uma entrada e uma saída, Djokovic menos líder

No top-10, não se registaram alterações de posto nos seis primeiros lugares, apenas do 7.º ao 10.º. O dinamarquês Holger Rune e o polaco Hubert Hurkacz subiram um lugar cada, sendo agora 7.º e 8.º, respetivamente. O norte-americano Taylor Fritz protagonizou a única entrada no top-10, sendo agora 9.º (subiu três posições). Deste top-10 sai o australiano Alex de Minaur, agora 11.º. Quem se mantém no top-10, mas com a maior queda, é o grego Stefanos Tsitsipas, que desceu do 7.º ao 10.º lugar.

Lá à frente, o sérvio Novak Djokovic mantém-se líder, mas tem o espanhol Carlos Alcaraz (2.º) mais perto. Maiores aproximações tiveram ainda o russo Daniil Medvedev (3.º) a Alcaraz e a Djokovic e, a estes três, o italiano Jannik Sinner (4.º), novo campeão do Open da Austrália, que acrescentou 1.820 pontos ao ranking.

TOP-10:
1.º: Novak Djokovic, 9.855 (-1.200)
2.º: Carlos Alcaraz, 9.255 (+400)
3.º: Daniil Medvedev, 8.765 (+1.210)
4.º: Jannik Sinner, 8.310 (+1.820)
5.º: Andrey Rublev, 5.050 (+40)
6.º: Alexander Zverev, 5.030 (+755)
7.º: Holger Rune, 3.685 (-130)
8.º: Hubert Hurkacz, 3.540 (+220)
9.º: Taylor Fritz, 3.195 (+355)
10.º: Stefanos Tsitsipas, 3.025 (-1.000)
(…)
47.º: NUNO BORGES, 1.004 (+190)

Ranking feminino: Sabalenka aproxima-se da líder Swiatek

No ranking feminino WTA, a polaca Iga Swiatek continua na liderança, mas com ligeira aproximação de Aryna Sabalenka, que revalidou o título do Open da Austrália. Isto porque a polaca perdeu 110 pontos na atualização após o primeiro torneio do Grand Slam, tendo agora 9.770, para 8.905 da bielorrussa.

No top-10, destaque para a entrada da chinesa Qinwen Zheng, finalista vencida ante Sabalenka, que subiu oito lugares e é agora 7.ª da hierarquia.

Quanto a mexidas, Coco Gauff e Jessica Pegula subiram um lugar cada, para 3.º e 4.º, respetivamente. Elena Rybakina desceu da 3.ª à 5.ª posição. Ons Jabeur mantém o 6.º lugar e, com a subida de Zheng, Marketa Vondrousova, Maria Sakkari e Karolina Muchova desceram um lugar cada, fechando o top-10 por esta ordem. Do top-10 saiu Jelena Ostapenko, que passou do 10.º para o 12.º lugar.

Continue a ler esta notícia

Relacionados