Miguel Oliveira lamenta desaparecimento de Paulo Pinheiro: «Partiu um herói» - TVI

Miguel Oliveira lamenta desaparecimento de Paulo Pinheiro: «Partiu um herói»

Miguel Oliveira, piloto de Moto GP (JOSE SENA GOULAO/LUSA)

Piloto português recorda o administrador do Autódromo Internacional do Algarve com uma mensagem sentida

Relacionados

Miguel Oliveira lamentou a morte trágica de Paulo Pinheiro, que não resistiu a uma doença.

«Hoje partiu um herói para todos nós. Nós, que amamos o desporto motorizado, não podemos ficar indiferentes à obra do Paulo. O sonho dele tornou-se realidade e nele pudemos todos nós sonhar e construir memórias que perdurarão para sempre», começou por escrever o piloto da Aprilia numa mensagem publicada no Instagram.

«Um homem como tu, nunca morre, vives através da obra que deixas e nos nossos corações para todo o sempre. Perdi um amigo mas…que sorte a minha de me ter cruzado contigo», prosseguiu acrescentou.

Paulo Pinheiro tinha 52 anos. Engenheiro mecânico de formação e ex-piloto, idealizou o Autódromo Internacional do Algarve, inaugurado em 2008, e trouxe para Portugal algumas das principais competições do desporto motorizado, como o MotoGP, a Fórmula 1 e o Mundial de Superbikes.

Continue a ler esta notícia

Relacionados