Mpox identificada em forma grave e "horrível" entre pessoas com VIH avançado - TVI

Mpox identificada em forma grave e "horrível" entre pessoas com VIH avançado

  • CNN Portugal
  • AM
  • 22 fev, 15:20
Monkeypox (GettyImages)

Cientistas defendem que a mpox devia ser adicionado à lista da Organização Mundial da Saúde de infeções severas que são particularmente perigosas para pessoas em estado avançado do VIH, o que ajudaria a desbloquear fundos e apoio médico para quem está em risco

Os cientistas estão a apelar às pessoas em estado avançado do VIH que façam teste do vírus depois de ter sido identificado uma forma grave e "horrível" da mpox (por vezes designada varíola dos macacos) em pessoas imunodeprimidas que parece ser mortal em 15% dos casos, avança o The Guardian.

Além dos doentes com VIH, quem for recetor de transplante de órgãos e tiver cancro no sangue pode estar em risco, embora ainda não tenham sido detetados casos nestes indivíduos.

De acordo com um estudo feito por Chloe Orkin, de Universidade Queen Mary em Londres, e pelo fundo Barts Health NHS, publicado na revista The Lancet, dos 382 casos analisados 27 morreram durante o atual surto. 

"O vírus parece estar a comportar-se de forma completamente diferente nestes indivíduos. Normalmente, a doença afeta a área em redor do local de entrada, mas neste caso dissemina-se por todo o corpo e causa estas lesões destrutivas maciças da pele. Está também a causar doenças pulmonares. É horrível", afirmou Orkin. 

Com base nos números atuais, esta forma de mpox parece matar 15% das pessoas com VIH avançado e imunossupressão - embora possa atingir os 27% naquelas com a menor contagem de células CD4, um marcador que mede até que ponto o VIH enfraqueceu o sistema imunitário.

No entanto, nem todas as pessoas com VIH correm o risco de contrair este tipo de mpox. É o caso dos doentes que fazem tratamento antirretroviral para o VIH e que têm uma contagem saudável de CD4 e mostram sintomas semelhantes aos das pessoas saudáveis.

Continue a ler esta notícia

EM DESTAQUE