Empregada doméstica encontra corpo de idoso que terá morrido há quase um ano - TVI

Empregada doméstica encontra corpo de idoso que terá morrido há quase um ano

  • TVI
  • LS
  • 2 jun 2023, 18:48
Fuengirola

Estava mumificado e o seu desaparecimento nunca foi comunicado. Aconteceu no sul de Espanha.

Relacionados

A empregada doméstica, que tinha trabalhado naquela casa de Fuengirola, sul de Espanha, preocupou-se com o proprietário, de quem não tinha notícias há muito, e deslocou-se até lá. Descobriu o pior: o esqueleto daquele que se acredita ser o dono, morto há quase um ano.

A mulher deslocou-se ao apartamento na segunda-feira, dia 29 de maio, para saber do anterior patrão, noticiou o Diario Sur. Aproveitando ter ainda na sua posse as chaves do imóvel, entrou. Foi assim que descobriu os restos mortais do homem.

De acordo com as autoridades espanholas, citadas pela agência EFE, será ainda necessária uma confirmação científica da identidade do corpo, mas tudo indica tratar-se de um homem de origem japonesa, de 86 anos, cuja família (um irmão e uma sobrinha) vive no Japão e não tinha dado importância à ausência de notícias. 

O cadáver estava mumificado, já esqueleto, e foi encontrado no chão, junto a uma cadeira, no terraço do apartamento. Foi também a empregada doméstica quem contactou as autoridades. 

Na sequência da descoberta, o cadáver foi transportado para o Instituto de Medicina Legal de Málaga para a realização da autópsia e obtenção de provas que permitam confirmar a identidade do corpo e as circunstâncias em que morreu.

Para já, diz a agência EFE, está descartada a hipótese de crime. Não há sinais de violência e as primeiras evidências apontam para uma morte de causas naturais. 

A empregada doméstica tinha visitado a casa pela última vez no verão passado, o que quererá dizer que o homem estará morto há quase um ano. 

Continue a ler esta notícia

Relacionados

EM DESTAQUE