É oficial: Netflix termina com partilha de contas em Portugal (e quem quiser, vai ter de pagar mais) - TVI

É oficial: Netflix termina com partilha de contas em Portugal (e quem quiser, vai ter de pagar mais)

  • CNN Portugal
  • PF
  • 8 fev, 23:26
Netflix. OLIVIER DOULIERY/AFP/AFP via Getty Images

Quem quiser ter um utilizador na sua conta fora da sua residência tem de pagar mais quatro euros de mensalidade, comunicou a empresa

A Netflix terminou esta quarta-feira com a partilha de contas em Portugal e vai passar a cobrar mais quatro euros por mês a quem quiser ter um ou dois utilizadores na sua conta com quem não coabite.

“Durante o último ano, temos vindo a explorar diferentes abordagens para abordar esta questão [partilha de contas] na América Latina, e estamos agora prontos para as lançar mais amplamente nos próximos meses, começando hoje [quarta-feira] no Canadá, Nova Zelândia, Portugal e Espanha”, pode ler-se num comunicado da empresa.

A partir de agora, os membros com o plano standard ou premium podem “adicionar contas secundárias de membro adicional, para até duas pessoas fora da sua residência”, com o custo de 3,99 euros por mês. “Uma conta é destinada a uma residência”, diz a plataforma de streaming.

A Netflix realçou que sempre procurou “facilitar a partilha da conta entre pessoas que vivem na mesma casa”, com funcionalidades como “perfis diferentes e a possibilidade de ver a Netflix em vários ecrãs em simultâneo”. “Apesar do sucesso das mesmas, estas funcionalidades geraram alguma confusão sobre quando e como a Netflix pode ser partilhada. Hoje, mais de 100 milhões de residências partilham contas, o que impacta a nossa capacidade de investir em séries e filmes de grande qualidade”, sublinhou a empresa na nota de imprensa.

No início deste mês, a empresa detalhou a forma como iria combater a partilha de contas. No site oficial da plataforma, é explicado que a partilha de conta passa a ser apenas possível a quem viva na mesma residência, ou seja, como escreve a Netflix, "pessoas que não vivem na sua residência têm de usar a sua própria conta para ver a Netflix".

Assim, a plataforma avisa os utilizadores que acedam à sua conta em locais fora da residência que podem ter de fazer uma "verificação do dispositivo" para "confirmar que o dispositivo que está a utilizar a conta está autorizado a fazê-lo" e que, para outros dispositivos terem acesso sem interrupções à Netflix, devem conectar-se ao Wi-Fi da localização principal da conta pelo menos uma vez a cada 31 dias, de acordo com a Sky News.

Para essa verificação, "a Netflix envia uma ligação para o endereço de e-mail ou número de telefone associado ao titular da conta principal, a ligação abre uma página web com um código de verificação de quatro dígitos" e "o código tem de ser introduzido no dispositivo que fez o pedido no espaço de 15 minutos".

"Quando a verificação for concluída com êxito, o dispositivo poderá ser utilizado para ver a Netflix. A verificação do dispositivo poderá ser solicitada periodicamente", acrescenta a plataforma.

No caso de estar a viajar ou de viver em mais de uma casa, a empresa de streaming garante que "não deverá necessitar de verificar o seu dispositivo para ver a Netflix". O que poderá acontecer é que "poderá ser-lhe solicitado, ocasionalmente, que verifique o seu dispositivo". 

A plataforma diz ainda que a verificação dos dispositivos numa residência é feita através dos endereços de IP. 

"Utilizamos informações como os endereços de IP, o identificador dos dispositivos e a atividade de conta dos dispositivos com sessão iniciada na conta Netflix", lê-se na página onde a plataforma explica como vai funcionar a partilha de contas.

Continue a ler esta notícia