Consórcio com Cristiano Ronaldo ganha construção da Cidade do Padel - TVI

Consórcio com Cristiano Ronaldo ganha construção da Cidade do Padel

Cristiano Ronaldo (EPA/JOSE SENA GOULAO)

Obra vai nascer no Jamor e deverá estar concluída em 2025

A Federação Portuguesa de Padel (FPP) comunicou que a construção da Cidade do Padel foi entregue, após concurso, à candidatura única que juntou Filipe de Botton (acionista maioritário da Lusofinança Lda) e a CR7, S.A., empresa detida por Cristiano Ronaldo.

«Em causa está a mais importante infraestrutura dedicada ao padel português na história da modalidade, com a construção e criação de um complexo que será alvo um investimento superior a cinco milhões de euros, e que deverá estar concluído no primeiro semestre de 2025», lê-se num comunicado da FPP.

«Não queremos deixar de agradecer a dedicação, disponibilidade e entusiasmo dos proponentes, manifestando uma imensa satisfação pela parceria com um dos mais prestigiados empresários portugueses, aliado a uma das maiores figuras do desporto mundial, naquele que é um passo determinante para o desenvolvimento da modalidade que mais cresce no nosso país», acrescenta a FPP.

A Cidade do Padel, que será também a sede na Federação Portuguesa de Padel, vai nascer na zona do Jamor, concelho de Oeiras, e será edificada num terreno com cerca de 15 mil metros quadrados. Ao todo, terá 17 campos de padel, um edifício de apoio às atividades do padel estacionamento.

«A Cidade do Padel é um sonho antigo, que sempre esperei conseguir alcançar, e é um orgulho imenso poder fazê-lo ao lado de alguém que, para mim, é a maior figura da história do desporto Mundial, Cristiano Ronaldo, e com a garantia de excelência oferecida pelo consórcio a constituir pela CR7, SA e a Lusofinança, dirigida por Filipe de Botton, um empresário de referência na realidade nacional. Agora podemos afirmar, com total segurança, que este será um equipamento sem paralelo a nível global, que consolidará Portugal como uma potência internacional do padel», referiu Ricardo da Silva Oliveira, presidente da Federação Portuguesa de Padel.

Continue a ler esta notícia