Papa Francisco cancela viagem à COP28 por problemas de saúde - TVI

Papa Francisco cancela viagem à COP28 por problemas de saúde

Papa Francisco (António Pedro Santos/LUSA)

Líder da Igreja Católica está a receber antibióticos para tratar uma inflamação pulmonar

O Papa Francisco anunciou o cancelamento da viagem que tinha programada para a COP28, que vai decorrer no Dubai, Emirados Árabes Unidos, onde o Sumo Pontífice era esperado entre 1 a 3 de dezembro.

"Embora o estado de saúde do Santo Padre tenha genericamente melhorado em relação à gripe e à inflamação respiratória, os médicos pediram-lhe que não faça a viagem planeada ao Dubai", referiu o Vaticano.

Um pedido ao qual Francisco acedeu com "grande mágoa", segundo a Santa Sé.

Um comunicado do Vaticano confirma que os recentes problemas de saúde do líder da Igreja Católica estão na origem do cancelamento da viagem, depois de o próprio Papa Francisco ter confirmado que estava com uma "inflamação pulmonar".

“Hoje não posso olhar pela janela, porque tenho este problema de inflamação pulmonar. A ler a reflexão estará Monsenhor Paolo Braida que a conhece bem, porque é ele quem a faz e sempre faz tão bem. Obrigada pela sua presença", disse, numa transmissão em direto.

O Papa Francisco está a receber antibióticos por via intravenosa para tratar uma inflamação pulmonar e vai limitar as suas atividades nos próximos dias para conservar as suas forças, apesar de estar "bem", revelou o Vaticano no início da semana.

Segundo um comunicado do porta-voz Matteo Bruni, uma TAC realizada num hospital de Roma no sábado excluiu a possibilidade de pneumonia, mas detetou uma inflamação nos pulmões que causa dificuldades respiratórias.
 
"O estado do Papa é bom e estável, não tem febre e a sua condição respiratória está decididamente a melhorar. Para facilitar a recuperação do Papa, alguns compromissos importantes que estavam agendados para estes dias foram adiados para que ele possa dedicar o seu tempo e energia (à recuperação)", lê-se na nota.

Agora é confirmado que um desses compromissos cancelados é a presença na cimeira do clima.

Recorde-se que o Papa Francisco, de 86 anos, teve parte do pulmão removido durante a adolescência, sofrendo desde então alguns problemas de saúde.

Continue a ler esta notícia