Paquistão revê número de mortos para 84 em atentado em mesquita (83 eram polícias) - TVI

Paquistão revê número de mortos para 84 em atentado em mesquita (83 eram polícias)

  • Agência Lusa
  • AM
  • 2 fev 2023, 11:16
Paquistão (Associated Press)

Confusão decorreu do "duplo registo das famílias nos hospitais", dos quais saíram "estatísticas inexatas"

Relacionados

O número de mortos no atentado suicida de segunda-feira numa mesquita no Paquistão foi revisto em baixa, para 84 vítimas mortais, entre os quais 83 polícias, disseram hoje as forças de segurança paquistanesas.

O balanço anterior divulgado pelas autoridades foi de 101 mortos no atentado à mesquita do quartel-general da polícia em Peshawar, no norte do Paquistão.

A confusão decorreu do "duplo registo das famílias nos hospitais", dos quais saíram "estatísticas inexatas", explicou à agência de notícias AFP o chefe da polícia da cidade de Peshawar, Muhammad Ijaz Khan.

"Agora que o trabalho de registo terminou, chegámos ao número" de 84 pessoas mortas, referiu Khan.

O chefe da polícia de Peshawar disse que 83 mortos eram polícias, e que a outra vítima era uma mulher que morava e trabalhava no complexo.

Moazzam Jah Ansari, chefe de polícia da província de Khyber Pakhtunkhwa, onde fica Peshawar, confirmou o novo número de mortos aos jornalistas.

Vários polícias ainda estão hospitalizados em estado crítico.

O atentado de segunda-feira, considerado como um dos mais mortíferos dos últimos anos no Paquistão, foi realizado por um bombista suicida numa altura em que mais de 300 fiéis estavam a rezar na mesquita.

Continue a ler esta notícia

Relacionados