Três assaltantes, 10 milhões a 15 milhões de euros em jóias e uma fuga a pé: loja de luxo assaltada em Paris - TVI

Três assaltantes, 10 milhões a 15 milhões de euros em jóias e uma fuga a pé: loja de luxo assaltada em Paris

  • CNN Portugal
  • ARC
  • 2 ago 2023, 13:57
Assalto na loja de luxo Piaget, em Paris (Stefano Rellandini/Getty Images)

Não há registo de feridos

Entraram numa joalharia de luxo por volta da hora do almoço, roubaram o equivalente a 10 milhões a 15 milhões de euros em jóias e fugiram a pé. A loja Piaget foi assaltada esta terça-feira na Rue de la Paix, a zona onde se encontram as lojas de luxo em Paris. Não há feridos a registar e a investigação já está em curso.

Foi um “assalto relâmpago” levado a cabo por três pessoas, “dois homens de fato e uma mulher de vestido”, como conta o Le Parisiense, citando fonte policial. Após invadir a Piaget, joalharia de luxo suíça, o trio ameaçou os funcionários, recorrendo a uma arma de fogo “com um silenciador”. “Foram todos atirados para o chão nas traseiras da loja”, lê-se no jornal, que explica ainda que um dos empregados da loja foi forçado a abrir as janelas e o cofre.

Depois de roubarem as jóias, os assaltantes fugiram a pé ao início e “potencialmente com um veículo de duas rodas depois”. De acordo com o Ministério Público francês, que abriu uma investigação ao caso, ninguém ficou ferido e os prejuízos situam-se entre os 10 milhões e os 15 milhões de euros.

Assalto na loja de luxo Piaget, em Paris (Stefano Rellandini/Getty Images)

Do lado de fora da Piaget, enquanto decorria o assalto ninguém se terá apercebido do que estava a acontecer no interior da loja. “Entendemos o que tinha acontecido quando dois carros da polícia chegaram com uma sirene a tocar”, disse um comerciante, citado pelo jornal. Já uma das espectadoras garante: “No início pensei que fosse uma sessão de cinema”.

Os assaltos à mão armada têm sido frequentes naquela zona da capital francesa, que se estende entre a Place Vendôme e a Opéra Garnier. Em maio do ano passado, relembra o Guardian, a Chanel sofreu um incidente semelhante e os assaltantes fugiram de mota. Também a Bulgari e Chaumet, outras duas lojas de luxo, foram roubadas nos últimos anos.

Continue a ler esta notícia