AD traz tema do aborto para a campanha: vice do CDS quer "limitação no acesso" e novo referendo - TVI

AD traz tema do aborto para a campanha: vice do CDS quer "limitação no acesso" e novo referendo

  • CNN Portugal
  • AM
  • 28 fev, 10:06

REVISTA DE IMPRENSA || Paulo Núncio, candidato a deputado, defende a reintrodução de taxas moderadoras aplicadas pelo Governo PSD/CDS e revogadas pela esquerda

Paulo Núncio, vice-presidente do CDS-PP (um dos três partidos da AD), defendeu que deve ser feito um novo referendo ao aborto. Fê-lo durante um debate promovido pela Federação Portuguesa pela Vida, em plena campanha eleitoral. No mesmo debate participou o vice-presidente do Chega, Pedro Frazão.

Segundo a Rádio Renascença, o candidato a deputado por Lisboa nas listas da Aliança Democrática (AD) às eleições legislativas de março considera que " a única forma revertermos a liberalização da lei do aborto passa por um novo referendo”.

Núncio mostrou-se ainda a favor de iniciativas que possam "limitar o acesso ao aborto”, tais como taxas moderadoras. De recordar que essa medida chegou a ser implementada pelo governo PSD/CDS-PP, em 2015, mas acabou por ser revogada pela maioria parlamentar de esquerda.

Citado pela Renascença, o vice-presidente do CDS-PP diz que o a acordo entre o CDS e o PSD para a AD colocou o tema da "dignidade humana no centro e na prioridade da atividade política". 

A Federação Portuguesa pela Vida, organizadora do debate, vai promover uma Caminhada pela Vida no próximo dia 6 de abril, em 13 cidades do país.

Continue a ler esta notícia

EM DESTAQUE