“Vale a pena ir à JMJ. Vale a pena arriscar!”: Papa Francisco num novo episódio de “Popecast” - TVI

“Vale a pena ir à JMJ. Vale a pena arriscar!”: Papa Francisco num novo episódio de “Popecast”

  • Agência Lusa
  • FG
  • 25 jul 2023, 19:27
Papa Francisco (Associated Press)

Relacionados

O Papa Francisco exortou os jovens a estarem presentes na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, assegurando, num novo episódio do seu 'podcast', que “Vale a pena ir à JMJ. Vale a pena arriscar!”.

Num novo episódio do “Popecast”, o ‘podcast’ em que o Papa fala à distância com jovens de diferentes origens, agora divulgado pelo Vaticano, Francisco incentivou a que façam o esforço de participar nos diferentes eventos da JMJ, qualificando-a “como uma experiência que valerá a pena e que eles acharão muito gratificante, marcada pela comunidade, festa, esperança e alegria”, notícia o portal Vatican News.

“Vale a pena ir à JMJ. Vale a pena arriscar! Quem não arrisca, não vai adiante. Vale a pena ir lá, e depois a gente conversa”, afirmou o pontífice no segundo episódio do “Popecast”, depois de um primeiro episódio ter sido gravado em março por ocasião do décimo aniversário de seu pontificado.

No podcast, gravado pelos ‘media’ do Vaticano e agora divulgado, Francisco teve como interlocutores diretos, entre outros, um jovem transexual e dois jovens que cumprem penas numa instituição correcional, deixando-lhes palavras de “esperança”.

Na ocasião, uma criança de 9 anos lançou ao Papa o desafio de que fosse criada uma Jornada Mundial das Crianças (JMC), ao que Francisco respondeu: “Eu gosto muito! Podemos fazer com que os avós organizem isso. Peçam aos avós para que organizem um dia assim. Uma boa ideia. Vou pensar sobre isso e ver como fazer”.

O Papa Francisco vai estar em Portugal entre 2 e 6 de agosto, para a Jornada Mundial da Juventude, tendo também prevista uma deslocação a Fátima na manhã de dia 5, sábado.

Lisboa foi a cidade escolhida pelo Papa Francisco para a próxima edição da Jornada Mundial da Juventude, que vai decorrer entre os dias 1 e 6 de agosto deste ano, com as principais cerimónias a terem lugar no Parque Eduardo VII e no Parque Tejo, a norte do Parque das Nações, na margem ribeirinha do Tejo, em terrenos dos concelhos de Lisboa e Loures.

As JMJ nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

O primeiro encontro aconteceu em 1986, em Roma, tendo já passado, nos moldes atuais, por Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

A edição deste ano, que contará com a presença do Papa Francisco, esteve inicialmente prevista para 2022, mas foi adiada devido à pandemia de covid-19.

O Papa Francisco foi a primeira pessoa a inscrever-se na JMJ Lisboa 2023, no dia 23 de outubro de 2022, no Vaticano, após a celebração do Angelus.

Continue a ler esta notícia

Relacionados