Paulo Sérgio: «Benfica? Este jogo não tem nada a ver com o de Toulouse» - TVI

Paulo Sérgio: «Benfica? Este jogo não tem nada a ver com o de Toulouse»

Paulo Sérgio, treinador do Portimonense (LUSA)

Treinador do Portimonense pede que a equipa «torne as coisas simples»

Relacionados

O treinador do Portimonense, Paulo Sérgio, defendeu este sábado que a equipa algarvia tem de simplificar as coisas na deslocação ao terreno do Benfica, este domingo.

«Tornar as coisas simples, o que é simples no futebol é o mais eficaz. Tornar as coisas simples, pensar coletivamente, são estas as coisas que fazem com que as equipas mais pequenas, digamos assim, consigam competir e disputar resultados com equipas com o potencial que o Benfica tem», afirmou, em conferência de imprensa, citado pela Lusa.

O técnico de 56 anos reconheceu que a formação de Portimão passará «mais tempo sem bola, devido à qualidade do adversário», e que por isso «a concentração nesses momentos é fundamental».

«É um relvado com medidas idênticas ao nosso, com um adversário com um apoio fantástico, mas isso não controlamos. O que é passado aos jogadores é que se foquem naquilo que conseguem controlar, no seu desempenho, nas suas ações, com bola e sem bola.»

Paulo Sérgio comentou ainda o atual momento dos encarnados, nomeadamente o empate sofrido em casa do Toulouse: «Por um lado, é inteligente, estrategicamente, não ser ousado demais, por outro lado, correndo mal, a coisa pode descambar. O Benfica, o que é certo, é que atingiu o objetivo, passou à próxima fase. Este jogo de amanhã [domingo] não tem nada a ver com isto. É um jogo só, não jogam com a possibilidade de dois resultados. São duas coisas completamente diferentes e não vai ter nenhuma influência.»

O timoneiro do Portimonense garantiu ainda que a vitória de há dois anos no Estádio da Luz já não fez eco no emblema do Algarve e abordou o atual momento da equipa.

«Nem falei sobre isso. O plantel do Benfica é outro, o nosso é outro. Fomos felizes, trabalhámos muito para ser felizes nessa partida e é o que teremos de fazer amanhã [domingo] novamente para poder tirar alguma coisa desse jogo, porque as diferenças são gritantes», disse.

«Temos vários pontos a menos daqueles que merecíamos ter neste momento, por demérito nosso em muitas partidas. É mais um apelo à concentração, à atitude, que foi excelente na última partida [1-1], aqui com o Vitória [de Guimarães]. É todas as semanas trabalhar com esse foco, com um ambiente positivo, acreditando que somos capazes. Injetando confiança e ao mesmo tempo cobrando responsabilidade, porque só assim é que se conseguem resultados na I Liga», atirou.

O Portimonense joga este domingo em casa do Benfica, a partir das 18h00, em jogo da 23.ª jornada da Liga.

Continue a ler esta notícia

Relacionados