Premier League sela o maior acordo para transmissões da história - TVI

Premier League sela o maior acordo para transmissões da história

Troféu da Premier League (OLI SCARFF/AFP via Getty Images)

A Sky monopoliza o novo contrato, que inclui também a TNT e a BBC. De fora das negociações ficou a Amazon

Relacionados

A Premier League chegou esta segunda-feira a acordo com a Sky e TNT para a transmissão de até 270 jogos por temporada, a troco de 6,7 mil milhões de libras (cerca de 7,81 mil milhões de euros), o maior acordo de sempre quanto a direitos de transmissão desportiva.

O anterior contrato de direitos de media, conforme descreve a BBC, vigora até 2026 e foi avaliado em cerca de cinco mil milhões de libras (cerca de 5,3 mil milhões de euros). O novo acordo renovará o vínculo por mais quatro anos. De acordo com a Premier League, este contrato assegurará a «segurança financeira aos clubes do futebol profissional até pelo menos 2029».

Por isso, para o presidente-executivo do campeonato inglês, Richard Masters, esta é a Liga com «o futebol mais competitivo do mundo em estádios cheios”, com «uma atmosfera incomparável».

A fim de manter as bancadas lotadas, o novo acordo manterá o «apagão» às 15h de sábado nos canais televisivos.

Vamos, então, a contas. A Sky transmitirá, a partir de 2026/27, um mínimo de 215 jogos, monopolizando o acordo. Por sua vez, a TNT garantiu, pelo menos, a transmissão de 52 partidas por época, incluindo aqueles que iniciarem pelas 12h30 de sábado.

O contrato inclui ainda a BBC – produtora dos programas Match of the Day 2 e Football Focus – que continuará a compilar os melhores momentos e a análise de cada jornada.

Por fim, a Amazon, que transmite 20 jogos por época no atual acordo, foi descartada nas negociações das últimas semanas.

Continue a ler esta notícia

Relacionados