Putin visita militares russos na região de Kherson e Lugansk. Saiba o que foi dizer-lhes - TVI

Putin visita militares russos na região de Kherson e Lugansk. Saiba o que foi dizer-lhes

  • CNN Portugal
  • AM com Lusa
  • 18 abr 2023, 09:50

Durante a visita, Putin falou com os comandantes superiores sobre a situação no sul da Ucrânia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, viajou até à região de Kherson, no sul da Ucrânia, para se encontrar com os militares aí destacados, anunciou esta terça-feira o Kremlin, citado pela RIA Novosti. Segundo a mesma agência, Putin também visitou outras regiões do Donbass ocupadas pelas forças russas, como Lugansk.

"O comandante supremo das forças armadas da Federação Russa visitou o quartel-general do agrupamento militar Dnieper", na região de Kherson, disse o Kremlin em comunicado, sem especificar quando ocorreu a viagem.

Num vídeo divulgado pelo Kremlin, o comboio do presidente russo é visto a passar um sinal que indica que Putin visitou Henichesk, uma cidade no sul de Kherson que se tornou um quartel-general para as forças russas.

Durante a visita, Putin falou com os comandantes superiores sobre a situação no sul da Ucrânia.

"Não quero distraí-lo dos seus deveres diretos relacionados com o comando e controlo. Por isso, estamos a trabalhar aqui de uma forma semelhante à dos negócios, de forma breve, mas concreta. É importante ouvir a opinião sobre a forma como a situação está a evoluir, para o ouvir, para trocar informações. Peço-lhe que comece o relatório com a situação na direção de Kherson, depois na direção de Zaporizhzhia", afirmou Putin ao comandante das Forças Aéreas, o coronel-general Mikhail Teplinsky, ao comandante do grupo de tropas do Dnieper, o coronel-general Oleg Makarevich e a outros líderes militares, segundo o Kremlin, citado pela RIA Novosti.

Putin visitou ainda a sede do grupo Vostok da Guarda Nacional em Lugansk, onde conversou com o coronel-general Alexander Lapin e outros oficiais de alta patente sobre a situação do combate nesta direção.

O presidente russo viajou de helicóptero quer para o quartel-general do grupo de tropas do Dnieper quer para o quartel-general do grupo Vostok.

O Kremlin quer que Kiev reconheça a anexação, em setembro passado, das províncias ucranianas de Kherson, Donetsk, Lugansk e Zaporizhzhia.

Continue a ler esta notícia