Um sapo-boi gigante foi encontrado no Parque Nacional de Conway, em Queensland, Austrália. Com 2,7 quilos, este pode ser o maior exemplar da espécie alguma vez encontrado. 

“Nem queria acreditar o quanto era grande e pesado”, disse a guarda florestal, que fez a descoberta, em declarações ao site do Departamento de Ambiente e Ciência.

Durante um patrulhamento, os guardas florestais pararam porque estava uma cobra na estrada. Kylee Gray saiu do carro e ficou sem palavras ao deparar-se com o gigantesco anfíbio.

Batizado de "Sapozilla", o animal foi colocado num recipiente e removido da natureza. “Um sapo-boi deste tamanho come tudo o que couber na sua boca, e isso inclui insetos, reptéis e pequenos mamíferos”, explicou a guarda florestal.

“Pesa 2,7 quilos, o que pode ser um novo recorde”, apontou Kylee Gray, explicando que deverá ser “uma fêmea, devido ao tamanho”, já que “as fêmeas crescem mais que os machos”.
 

A idade do animal é desconhecida, mas, segundo a guarda florestal, este sapo-boi “deverá andar por cá há muito tempo”. Estes sapos costumam viver até 15 anos na natureza. 

Os sapos-boi são considerados uma ameaça à vida selvagem na Austrália. Podem ser fatalmente venenosos e já levaram à extinção de alguns dos seus predadores locais.

Segundo o The Guardian, o recorde do Guinness para o maior sapo alguma vez encontrado é de 1991. O anfíbio tinha 2,65 quilos.

 

Imagens cedidas pelo Departamento de Ambiente e Ciência de Queensland

Magda Magalhães