Podemos beber água antes de fazer análises ao sangue? - TVI

Podemos beber água antes de fazer análises ao sangue?

  • CNN Portugal
  • CNC
  • 7 jun 2023, 09:00
Análise sanguínea. (AP Photo/Luis Romero)

A água não quebra o jejum. No entanto, é necessário fazer a sua ingestão com moderação

Relacionados

Para fazer análises ao sangue é necessário estarmos em jejum. Mas será que se bebermos água quebramos este jejum?

“O jejum não impede ninguém de beber água. A água que a pessoa quiser beber não vai interferir em nada nos resultados das análises”, explica o médico e professor universitário Germano de Sousa. Há, no entanto, limites para a ingestão de água. "Podemos beber a quantidade que quisermos a não ser que beba mais de três litros de água e a partir daí vá parar ao hospital.”

O chá também não vai influenciar os resultados, acrescenta Germano de Sousa, desde que não tenha qualquer tipo de açúcar, e estes líquidos até vão ajudar a manter-se hidratado. Já os cafés e sumos não são recomendados.

“O café, em princípio, se não tiver açúcar, não irá alterar os resultados. No entanto, convinha não o fazer”, recomenda o também administrador dos laboratórios Germano de Sousa.

Os sumos também não são aconselhados, nem mesmo os sumos naturais, devido ao açúcar que a fruta contém.

Mas porquê o jejum?

“Os valores de referência que nós temos para as pessoas saudáveis foram criados com pessoas em jejum. Portanto, cerca de quatrocentas, quinhentas ou mais pessoas estavam todas em jejum e daí verificámos até que, por exemplo, o valor da glicemia, o valor normal era até 100. Em pessoas saudáveis, era o valor médio que nós obtínhamos.”

Para fazer análises ao sangue, basta estar em jejum cerca de oito horas antes. Mas, quando fazemos análises, por exemplo, aos triglicéridos, uma classe de lípidos com um papel fundamental no armazenamento de energia no organismo, o jejum deve ter uma duração de cerca de doze a 14 horas, afirma Germano de Sousa.

Que fatores podem interferir com o resultado de análises?

O exercício físico pode interferir com o resultado das análises, nomeadamente nos níveis da mioglobina, que é a proteína responsável por transportar e armazenar o oxigénio nos músculos e que liberta este oxigénio armazenado quando fazemos atividade física. “A não ser que explique e fique lá registado que esteve a fazer esforço físico. Nesse caso, nós sabemos e isso explica a alteração dos valores da mioglobina. Mas não é relevante ou razoável que a pessoa faça esforço físico antes das análises”, recomenda Germano de Sousa.

Já a menstruação é apenas um fator influenciador dos resultados se estiver a fazer análises hormonais. “A menstruação não altera nada os resultados das análises ao sangue, a não ser que se vá fazer análises hormonais e aí há avaliações próprias para o período menstrual. Por isso é que nós temos valores de referência para o período menstrual, para determinadas hormonas e para o metabolismo da mulher. Portanto, como é natural, nós perguntamos sempre. Evidentemente, não vai fazer análises à urina se estiver menstruada, porque contamina a urina e nós não sabemos se é de um rim que está doente ou se é porque está menstruada,” avisa Germano de Sousa.

Por fim, também a ingestão de álcool vai alterar os resultados dos triglicéridos, bem como os resultados do colesterol. Portanto, recomenda-se que durante três dias não exista a ingestão de álcool, de acordo com o site do Centros Médicos e Reabilitação.

Continue a ler esta notícia

Relacionados