Martínez confessa que deixou de fora "um sonho de jogador". "Que pena" - TVI

Martínez confessa que deixou de fora "um sonho de jogador". "Que pena"

Matheus Nunes, Ricardo Horta, Bruma e Jota Silva foram classificados pelo selecionador como "jogadores que não é fácil deixar de fora", mas só o criativo do SC Braga foi tratado com especial carinho

Relacionados

Estão definidos os 26 convocados de Roberto Martínez para o Euro 2024 na Alemanha. Francisco Trincão, Pedro Gonçalves, Matheus Nunes e Toti Gomes são algumas das ausências que podem desagradar aos adeptos, mas só um não-convocado teve direito a um telefonema do selecionador nacional: Ricardo Horta, jogador do SC Braga.

Na conferência de imprensa de revelação da convocatória, Martínez garantiu que "não falou" com nenhum jogador, porque a escolha é algo que faz parte do cargo de selecionador e da "tomada de decisões".

No entanto e notoriamente sentido, Roberto Martínez revelou: "O único jogador a quem liguei foi ao Ricardo Horta, porque realmente fiquei triste por não ter feito parte deste grupo”.

Para além desta, o selecionador fez mais duas referências ao avançado do SC Braga durante a conferência, todas repletas de elogios ao criativo minhoto. “Não gosto de falar em nomes, mas preciso de falar de um jogador que foi muito muito difícil deixar de fora: o Ricardo Horta", esta foi a primeira vez que o nome de Horta foi ouvido esta manhã na cidade do futebol, com Martínez a assegurar que "é um exemplo e tecnicamente e taticamente um sonho para um treinador”.

Na outra referência a Horta, Martínez agrupou Matheus Nunes, Toti Gomes, Bruma e Jota Silva como "jogadores que não é fácil deixar de fora".

Os números de Ricardo Horta

Ao longo da última época, Ricardo Horta passou um total de 3.758 minutos em campo. Destes, 87 foram ao serviço da seleção orientada por Roberto Martínez, distribuídos por três jogos durante a fase de qualificação para o Euro 2024.

Com as quinas ao peito, Horta marcou um golo e fez uma assistência, frente ao Luxemburgo, e marcou outro contra a Islândia.

Já no SC Braga, o criativo dos minhotos fez o gosto ao pé em 13 ocasiões e contribuiu ainda com também 13 assistências, entre Liga dos Campeões, I Liga, Taça de Portugal e Taça da Liga.

Atualmente, está avaliado em 18 milhões de euros e é mais caro do plantel do SC Braga, de acordo com o site especialista em valorização de jogadores Transfermarkt.

Continue a ler esta notícia

Relacionados