Ricardo Horta: «Não gostaria de estar na pele do selecionador» - TVI

Ricardo Horta: «Não gostaria de estar na pele do selecionador»

Portugal-Islândia (Lusa/Miguel A. Lopes)

Avançado destacou a qualidade da equipa e garantiu que o objetivo é vencer o Euro

Relacionados

Ricardo Horta, jogador da seleção nacional, na flash interview à RTP 3, após a vitória sobre a Islândia (2-0), em Alvalade, na última jornada do Grupo J de qualificação para o Euro 2024:

«[Qualificação plena e golo] Um feito histórico. Nunca tínhamos conseguido as 10 vitorias e era o nosso principal objetivo. Começamos muito bem a fase de qualificação e terminamos muito bem também. É isto que podem esperar da nossa equipa.

[Horta entrou e marcou. Dificuldades do selecionador para escolher] É esse o meu trabalho e dos meus colegas. Sempre que jogamos pela seleção, tentamos ajudar. Calhou-me a mim marcar o segundo golo e dar alguma tranquilidade para matar alguns contra-ataques da Islândia, mas não gostaria de estar na pele do selecionador, porque temos uma seleção com muita qualidade. Muitos jogadores que não estão aqui também têm muita qualidade e não gostaria de estar no papel dele. Tento fazer o meu melhor para estar sempre aqui.

[Pressão da fase final do europeu] No Europeu estão as grandes seleções, são jogos de altíssimo nível. Foi uma preparação esplêndida da nossa parte para chegarmos ao Europeu e apresentarmos o nosso melhor nível para o vencer, que é o nossos objetivo.»

Continue a ler esta notícia

Relacionados