Depois do Algarve, agora foi registado um sismo em Évora - TVI

Depois do Algarve, agora foi registado um sismo em Évora

  • Agência Lusa
  • DCT
  • 5 set 2023, 18:05
Sismo

Segundo a escala de Richter, os sismos são classificados segundo a sua magnitude como micro (menos de 2,0), muito pequenos (2,0-2,9), pequenos (3,0-3,9), ligeiros (4,0-4,9), moderados (5,0-5,9), forte (6,0-6,9), grandes (7,0-7,9), importantes (8,0-8,9), excecionais (9,0-9,9) e extremos (quando superior a 10)

Relacionados

Um sismo com magnitude 2,6 na escala de Richter foi registado esta terça-feira pelas 15:47 na zona de Évora, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Esta manhã foram registados dois sistmos no Algarve, um primeiro de 3,9 e outro de 3,7.

O sismo, com um epicentro que se localizou a cerca de oito quilómetros a oeste de Évora, foi registado nas estações da Rede Sísmica do Continente, indicou o IMPA em comunicado.

Este sismo, de acordo com a informação disponível do IPMA, até à emissão do comunicado, “não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) no concelho de Évora”.

“Foi ainda sentido com menor intensidade no concelho de Montemor-o-Novo (Évora)”, segundo o comunicado, adiantando que, se a situação o justificar, serão emitidos novos comunicados.

“A localização do epicentro de um sismo é um processo físico e matemático complexo que depende do conjunto de dados, dos algoritmos e dos modelos de propagação das ondas sísmicas”, acrescentou o instituto.

De acordo com o IPMA, “agências diferentes podem produzir resultados ligeiramente diferentes. Do mesmo modo, as determinações preliminares são habitualmente corrigidas posteriormente, pela integração de mais informação”.

Segundo a escala de Richter, os sismos são classificados segundo a sua magnitude como micro (menos de 2,0), muito pequenos (2,0-2,9), pequenos (3,0-3,9), ligeiros (4,0-4,9), moderados (5,0-5,9), forte (6,0-6,9), grandes (7,0-7,9), importantes (8,0-8,9), excecionais (9,0-9,9) e extremos (quando superior a 10).

Continue a ler esta notícia

Relacionados