27% votariam de certeza em Montenegro para primeiro-ministro; 68% nunca votariam em Ventura: sondagem TVI/CNN Portugal - TVI

27% votariam de certeza em Montenegro para primeiro-ministro; 68% nunca votariam em Ventura: sondagem TVI/CNN Portugal

  • CNN Portugal
  • AG
  • 24 fev, 20:00
Luís Montenegro e André Ventura no debate entre os líderes dos partidos com assento parlamentar (Lusa/ José Goulão)

Líder da AD aparece à frente de Pedro Nuno Santos em grande parte dos parâmetros e regiões do país

Relacionados

A maioria dos portugueses identifica-se com Luís Montenegro, de acordo com uma sondagem feita pela Duplimétrica-IPESPE para a TVI e CNN Portugal. Quando questionados sobre candidatos em concreto, 27% dos inquiridos respondeu que “votaria de certeza” no líder da Aliança Democrática (AD) para primeiro-ministro.

Uma percentagem que baixa para 22% com Pedro Nuno Santos na mesma resposta, sendo que o secretário-geral do PS tem mais pessoas que se recusam claramente a escolhê-lo como primeiro-ministro (56% responderam que nunca votariam no socialista).

Apesar disso é nestes dois candidatos que os inquiridos mais confiam. De acordo com a sondagem os portugueses viam de forma mais negativa o voto em qualquer outro candidato para ser eleito como primeiro-ministro.

Para cada um destes candidatos que lhe vou ler e pensando nas próximas Eleições Legislativas de 10 de março gostaria que dissesse se: (%)

Tal como verificado na sondagem revelada pela TVI e CNN Portugal esta sexta-feira, Luís Montenegro volta a ter melhores resultados em quase todas as regiões, à exceção da Grande Lisboa e das Ilhas.

De acordo com o estudo, o líder da AD tem grande vantagem no Grande Porto (32% contra 19%), mas empata com Pedro Nuno Santos na Grande Lisboa (20% para cada) e fica oito pontos percentuais atrás nas Ilhas (37% para Pedro Nuno Santos e 29% para Luís Montenegro).

No mesmo parâmetro, mas respondendo à hipótese “jamais votaria nesse candidato(a) para primeiro-ministro”, Luís Montenegro ganha em toda a linha, uma vez que há mais pessoas a responder que nunca votariam em Pedro Nuno Santos em todas as regiões.

FICHA TÉCNICA

A presente sondagem foi realizada pela Duplimétrica/ IPESPE para a TVI e a CNN Portugal.

As entrevistas aleatórias por cotas foram realizadas entre os dias 10 e 20 de fevereiro de 2024.

Foram recolhidas 800 entrevistas representativas do eleitorado recenseado de Portugal, com 18 anos e mais, tendo por base os critérios de género (53% mulheres e 47% homens), idade (24% com 18 a 34 anos; 33% com 35 a 54 anos; e 43% com 55 anos e mais), e região (22% Norte, 13% Grande Porto, 26% Centro, 23% Lisboa, 12% Sul e 5% Ilhas).

A margem de erro máxima é de 3,5% para um grau de confiança de 95,45%.

A seleção dos entrevistados foi realizada através de geração aleatória de números de “telemóvel”, mantendo um proporção aproximada dos três principais operadores móveis. Quando necessário, foram selecionados aleatoriamente números fixos para apoiar o cumprimento do plano amostral.

As entrevistas foram recolhidas através de entrevista telefónica (CATI – Computer Assisted Telephone Interviewing). A taxa de resposta foi de 61,07%.

O estudo teve como objetivo avaliar a opinião dos eleitores portugueses sobre temas relacionados com as eleições legislativas, a serem realizadas no dia 10 de março de 2024.

A ficha técnica completa e os resultados desta sondagem foram depositados junto da Entidade Reguladora da Comunicação Social.

Continue a ler esta notícia

Relacionados