Coates e Polga à conversa: «Agora sou um adepto e és o meu líder» - TVI

Coates e Polga à conversa: «Agora sou um adepto e és o meu líder»

Coates à conversa com Polga (vídeo/youtube)

Uruguaio igualou o brasileiro como o jogador estrangeiro com mais jogos pelo Sporting e ambos partilharam alguns momentos

Relacionados

Sebastán Coates chegou aos 342 jogos de leão ao peito e alcançou o registo de Anderson Polga, que até ao passado domingo era o jogador estrangeiro com mais jogos pelo Sporting.

O clube de Alvalade juntou o uruguaio ao brasileiro numa conversa animada e recheada de elogios.

Desde Porto Alegre, Polga pediu – num tom humorado - a Coates para que não deixasse o «amigo» Luis Suárez sair do Grémio e deu os parabéns ao capitão leonino.

«Parabéns pela trajetória, tenho acompanhado e fico feliz por tudo o que vens fazendo há tantos anos, mesmo nessa transição que o clube vivia, e porque o clube é ótimo. O mesmo sentimento que tive, de permanecer muito tempo, acho que é o que tem sentido. Um clube acolhedor, de família, e que nos dá todas as condições. É espetacular», disse o antigo internacional brasileiro.

Coates agradeceu a «humildade». «Para mim é sempre bom seguir no clube. Quando cheguei aqui não imaginava atingir esta marca. Para mim é um prazer chegar a esta marca e poder partilhar isso juntos. Como falava é um clube muito especial, tanto a ti como a mim e a família recebeu muito bem e sentimos felizes de estar aqui. Vamos continuar a trabalhar para alcançar nossos objetivos. E espero que possas vir de novo aqui, a Sporting.»

Polga desejou que o central uruguaio «lidere a equipa como tem feito, com mestria».

«Hoje sou adepto a distância, coração bate sempre forte, e foi como falei: ficamos felizes em ter jogadores assim, com esse perfil, e espero cada vez mais o seu sucesso e o do Sporting», vincou.

O campeão do mundo em 2002 recordou ainda os «confrontos com o grande FC Porto de Mourinho e o Benfica de Jorge Jesus com grandes equipas» como os melhores momentos que viveu em Alvalade. Já Coates, recordou a época em que conquistou a Liga pelos leões, nomeadamente o jogo em Braga e o bis na reviravolta frente ao Gil Vicente.

O brasileiro, agora com 44 anos, apontou ainda Coates como «um exemplo diário».

«Um líder espetacular e demonstra isso dentro de campo. O Sporting está bem servido dentro de campo com o seu capitão para os adeptos é uma referência e eu, como hoje sou um adepto, é ele o meu líder. Desejo muito sucesso e continuação desse trabalho com títulos e resultados. Ficar na história é algo que nos marca. E o Seba entrou dentro desses 10 com mais jogos no clube e é um feito extraordinário. O sucesso dele é o sucesso do nosso clube. Que fique por muitas épocas. E que em breve venha fazer uma visita ao Brasil para um churrasco», brincou.

Coates, por seu turno, agradeceu as palavras. «Para mim é uma honra. Sobretudo pela tua humildade. Não tinha por fazer isto, de falar comigo, do que partilhou nas redes e isso mostra a pessoa que és. Desde que cheguei ao clube sempre gostei de ver as referências e obviamente que teu nome estava aqui. E continua a estar. Trabalhar e tentar atingir esses valores que tanto tu como outros deixaram no clube. Para mim tentar deixar essa marca para outras gerações futuras. Valores que tanto tu como eu trazemos da América do Sul. É um orgulho chegar e atingir esta marca e poder partilhar esse feito.»

Veja a conversa completa:

Continue a ler esta notícia

Relacionados

EM DESTAQUE