Varandas reage ao caso Taremi: «Durante anos trataram-nos como mouros» - TVI

Varandas reage ao caso Taremi: «Durante anos trataram-nos como mouros»

Frederico Varandas (Photo by Carlos Rodrigues/Getty Images)

Presidente do Sporting teceu críticas ao Conselho de Disciplina da FPF na sequência da instauração de um processo

Relacionados

Frederico Varandas reagiu ao processo instaurado ao Sporting na sequência dos comentários insultuosos de Carlos Xavier a visar Mehdi Taremi.

À partida da comitiva para a Áustria, no aeroporto de Beja, o presidente leonino abordou a decisão do Conselho de Disciplina da FPF, que pode levar até à interdição do Estádio de Alvalade até um máximo de cinco jogos.

«O Carlos Xavier teve um comentário infeliz e o próprio teve o cuidado de se retratar publicamente. Apelidou o jogador [Taremi] de muçulmano e a verdade é que pediu desculpas publicamente, ao jogador, ao Sporting e à Sporting TV. O clube não se revê nesse tipo de comentários, mas de facto parece que há pessoas que podem fazer e dizer o que querem neste país», afirmou Varandas, acrescentando em seguida: «Durante anos, ouvi pessoas a tratarem as pessoas de Lisboa como mouros, num discurso divisionista, discriminatório e xenófobo... Parece que há uma parte do país que são os puros e outra que são os mouros. Não sei se o CD tem noção, acho que tem, mas mouro é sinónimo de sarraceno, de quem pratica o islão. Não acho piada. Acredito que os muçulmanos também não achem piada e lamento que não haja o mesmo tratamento.»

Recorde-se que o CD da FPF abriu um processo ao Sporting na sequência dos comentários do ex-jogador e comentador da televisão do clube, que se referiu ao avançado do FC Porto Taremi como «o muçulmano quando veio para Portugal nem sabia nadar e agora só sabe mergulhar»

Continue a ler esta notícia

Relacionados