Mais de metade dos portugueses viu conteúdos audiovisuais em streaming em 2022 - TVI

Mais de metade dos portugueses viu conteúdos audiovisuais em streaming em 2022

  • Agência Lusa
  • DCT
  • 15 abr, 13:09
Streaming (Freepik)

Os valores mais elevados de consumo situam-se na Finlândia, com 93% dos consumidores a verem televisão ou outros vídeos pela Internet.

Mais de metade dos portugueses (59%) utilizou a Internet para assistir a programas de televisão ou vídeos em 2022, segundo dados divulgados esta segunda-feira pelo Serviço de Estatística da União Europeia (Eurostat).

Segundo o Eurostat, os dados referentes ao consumo em Portugal estão ligeiramente abaixo da média europeia, na qual 65% dos cidadãos da UE recorreu em 2022 ao ‘streaming’ para assistir a programas de televisão ou visualizar vídeos na Internet.

A análise diz respeito ao consumo em 24 dos 27 Estados-membros da UE, por cidadãos entre os 16 e os 74 anos.

Os valores mais elevados de consumo situam-se na Finlândia, com 93% dos consumidores a verem televisão ou outros vídeos pela Internet.

Em sentido contrário, na Roménia registou-se a mais baixa taxa de consumo, com 34% de cidadãos a recorrerem ao ‘streaming’.

Segundo o Eurostat, há ainda uma relação entre a idade e os hábitos de consumo de conteúdos audiovisuais na Internet.

“O ‘streaming’ é particularmente popular entre os mais novos, no qual 86% das pessoas que o usam tem entre 16 e 24 anos e 81% tem entre 25 e 34”, refere a União Europeia, indicando que a percentagem decresce com o aumento da idade, situando-se nos 33% para pessoas entre os 65 e os 74 anos.

Continue a ler esta notícia