Taça da Liga: Estoril-FC Porto, 3-1 (crónica) - TVI

Taça da Liga: Estoril-FC Porto, 3-1 (crónica)

FC Porto perde com Estoril e é eliminado da competição

Relacionados

No início da defesa do título da Taça da Liga, o FC Porto viajou até ao terreno do Estoril, uma das três equipas que derrotou os dragões esta época e foi eliminado da prova logo no primeiro jogo. 

As deslocações até ao António Coimbra da Mota nunca são fáceis para a equipa de Sérgio Conceição, que fez alinhar Zé Pedro, da equipa B, a defesa direito.

Mais à frente no terreno estava Francisco Conceição, que pouco depois do quarto de hora de jogo inaugurou o marcador no Estoril, após passe de Eustáquio. Contudo, Galeno estava em fora de jogo e o golo foi invalidado.

Sérgio Conceição foi demonstrando alguma insatisfação no banco e pior ficou quando viu Cassiano marcar aos 23 minutos. Excelente assistência de João Marques, com o avançado a bater Cláudio Ramos.

Com este resultado, o Estoril garantia a passagem à próxima fase da Taça da Liga, mas a verdade é que a vantagem estorilista durou pouco mais de 10 minutos. Aos 35, Taremi serviu Pepê com o peito e o avançado brasileiro rematou fora do alcance do guarda-redes do Estoril.

Nesse mesmo minuto, Alex Soares saiu lesionado e para o seu lugar entrou Mateus Fernandes. Ao intervalo houve mais alterações. Evanílson substituiu Zé Pedro, com Pepê a passar para lateral direito. Do lado estorilista, Vasco Seabra trocou João Marques por Guitane e o jogo animou no segundo tempo.

Logo no reatar, Heriberto acertou na trave, após uma jogada bem desenhada pelo ataque do conjunto da Linha.

Na resposta, Taremi foi lançado em profundidade e rematou ao poste da baliza de Dani Figueira. Sérgio Conceição foi à procura de mais e lançou Nico Gonzalez e Toni Martinez no encontro.

Pepê passou a jogar à esquerda do ataque, depois de ter começado a partida atrás de Taremi e de ter passado pela ala direita dos azuis e brancos.

Até final, Evanílson, de cabeça, acertou novamente no ferro. Só que foi o Estoril a ser feliz em cima do minuto 90. Guitane fez tudo sozinho. O jogador veio da direita para o meio e atirou para as redes azuis e brancos.

Heriberto ainda acertou no poste no tempo de compensação, onde o Estoril dispôs de uma grande penalidade por falta de David Carmo sobre Koindreidi. Encarregue da marcação, João Carlos finalizou para o 3-1. O Estoril segue para a próxima fase da Taça da Liga. O FC Porto, detentor em título da prova, é eliminado logo no primeiro jogo da fase de grupos.

Continue a ler esta notícia

Relacionados