Governo e novo CEO da TAP preparam mudanças na gestão - TVI

Governo e novo CEO da TAP preparam mudanças na gestão

  • ECO - Parceiro CNN Portugal
  • André Veríssimo
  • 10 mai 2023, 21:53
Ramiro Sequeira, na qualidade de ex-CEO da TAP e atual COO, à chegada para a sua audição perante a CPI à TAP (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

Ramiro Sequeira, administrador da TAP, afirma que está em curso uma reestruturação da comissão executiva da companhia e que, tanto quanto sabe, vai ficar

Relacionados

Ramiro Sequeira, administrador da TAP, afirmou na comissão parlamentar de inquérito que está em curso uma reestruturação da comissão executiva por iniciativa do novo CEO. Tanto quanto sabe vai manter-se no cargo.

“Atualmente sou chief operating officer e estou na comissão executiva. É conhecida a entrada do novo CEO, Luís Rodrigues. Foi-nos dada a conhecer a intenção de fazer reestruturação da comissão executiva“, afirmou o administrador, acrescentando que decorrem “conversações com o acionista”.

Questionado sobre se sairia do órgão de gestão, respondeu: “Que eu saiba não”, ao contrário do que chegou a ser noticiado, tendo em conta que Mário Chaves, antigo braço direito de Luís Rodrigues na SATA, lidera a Portugália, podendo ascender à comissão executiva da “casa mãe”. Mário Chaves desempenhava as funções de chief operations officer na companhia aérea regional.

Ramiro Sequeira precisou que as conversações sobre a reestruturação da comissão executiva decorrem com os ministérios das Infraestruturas e das Finanças.

O novo CEO e chairman tomou posse a 14 de abril, sucedendo a Christine Ourmières-Widener e Manuel Beja, afastados pelo Governo na sequência do processo de saída da antiga Alexandra Reis com uma indemnização bruta de 500 mil euros.

Processo de privatização ainda não começou oficialmente

O administrador executivo foi questionado sobre o plano de privatização da TAP, afirmando que o mesmo “ainda não começou oficialmente”, tanto quanto é do seu conhecimento.

O deputado Bernardo Blanco questionou o antigo CEO interino sobre o trabalho desenvolvido pela Evercore, a consultora americana contratada pela TAP para preparar o processo. Mais uma vez Ramiro Sequeira disse desconhecer o trabalho desenvolvido por esta. “Pode ser que com a mudança de liderança isso mude ou não. Enquanto estava a engenheira Christine o processo estava centralizado nela e no administrador financeiro”, afirmou.

Continue a ler esta notícia

Relacionados