Fim da subida das taxas de juro? Lagarde sugere que vêm mais aumentos para lá de março - TVI

Fim da subida das taxas de juro? Lagarde sugere que vêm mais aumentos para lá de março

  • Agência Lusa
  • AG
  • 2 mar 2023, 13:52
Christine Lagarde (AP Photo)

Responsável afirma que é "impossível dizer" até onde as taxas podem subir

Relacionados

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, declarou esta quinta-feira que os aumentos das taxas de juro para conter a inflação devem continuar depois da subida prevista para a reunião de março.

"Nesta fase, é possível que continuemos no mesmo caminho", disse a presidente do BCE, em declarações ao canal de televisão espanhol Antena 3.

Lagarde não avançou qual será a dimensão de possíveis aumentos a adotar depois da reunião de 16 de março e considerou que "é impossível dizer" até onde as taxas devem aumentar, explicando que as decisões são tomadas "em função dos dados" disponíveis nas próximas reuniões.

Desde julho de 2022, as taxas de BCE registaram sucessivas subidas e a principal taxa diretora está atualmente em 3%, numa altura em que a inflação ultrapassa largamente a taxa de 2% a médio prazo, fixada como meta pela instituição.

A taxa de inflação na zona euro recuou em fevereiro para 8,5%, quando em janeiro estava em 8,6%, indicou o Eurostat, mas a descida foi menos acentuada do que o previsto, devido aos preços elevados dos produtos alimentares.

Os mercados antecipam que o BCE aumente a sua taxa de depósitos, que serve de referência, para 4%, quando o nível atual é de 2,5%.

Lagarde limitou-se a afirmar que quer que os custos do crédito alcancem "níveis que limitem a atividade económica" e que permaneçam assim até a inflação atingir o objetivo definido.

Continue a ler esta notícia

Relacionados